sexta-feira, 28 de maio de 2010

100 maneiras de relaxar

Este texto da Magali está um show! Eu poria mais duas: fazer artesanato (decoupage, scrapbooking, pintura) e tomar banho de sol na praia lendo o jornal. Vá nos comentários e acrescente suas sugestões.


Texto publicado em Agosto de 2009. Reli, gostei e voltei a publicar. Tomara que ajude no seu fim de semana, a se refazer das correrias e aborrecimentos e chegar novinha em folha na segunda-feira.


"Preste atenção ao seu redor: parece que tudo conspira para deixar você estressada. Bons tempos quando um incensozinho resolvia a questão. Hoje em dia está cada vez mais difícil relaxar. Mas é possível e faz um bem danado.


Relaxar é, acima de tudo, manter a calma. E ter a consciência de que Super Mulher não existe na vida real.


Aqui estão 100 maneiras para ajudar você a soltar os ombros – confessamos que fazer essa lista enorme já foi um belo exercício de relaxamento. Nem pense em colocar tudo em prática, ninguém precisa de um kamasutra do relax. São sugestões divertidas e viáveis. Escolha algumas e boa sorte!



1. Faça uma coisa de cada vez (se está lendo essa matéria, tire os olhos da TV e interrompa a lista mental do supermercado).

2. Pare de cerrar o maxilar desse jeito, menina. Abra a boca e destrave os dentes. Um sorrisinho também ajuda, nem que seja pra relaxar a musculatura facial.

3. Se você é da turma do salto alto e depois do trabalho costuma passar no supermercado, deixe uma sapatilha ou rasteirinha no carro. Ufa!

4. Sabe por que os monges tibetanos têm aquela calma toda? Eles não são viciadinhos em e-mails, MSN ou qualquer outra janela que pisque insistentemente pedindo atenção.

5. Comprinhas, óbvio!! Sapatos novos e lindos funcionam como um relaxante tarja preta. Se o dinheiro estiver curto, divirta-se olhando vitrines. Um dia, eles serão seus.

6. Quando chegar em casa, desligue o celular. Você sobrevive sem ele (deixar no silencioso não vale).

7. Entre numa livraria. Leia as orelhas dos livros, procure os lançamentos, descubra os novos autores.

8. Barulho de cachoeira pra relaxar? Só se o George Clooney estiver dentro da água.

9. Espalhe seu perfume por toda parte. Aromatize a nuca, a casa, o closet, vale até borrifar seu cheirinho dentro do carro. O olfato automaticamente manda o recado pro cérebro: ela está superbem.

10. Tome uma tacinha de espumante (perder a conta de quantas taças tomou relaxa muito mais).

11. Chegue do trabalho e troque de roupa. Faça disso um hábito, um rito de passagem para o descanso. Tire o sutiã. Uma camiseta velhinha e confortável, o cabelo preso... ah, isso é que é vida.

12. Deite mais cedo para ler.

13. Deite mais cedo para transar.

14. Se você estiver num momento de entressafra amorosa, vá pra cama com um brinquedinho novo. E pilhas alcalinas, que duram mais.

15. Compre a última Women’s Health, se jogue no sofá e leia todas as matérias de uma só vez.

16. Peça uma pizza e não mova uma palha. Seja a visita da casa.

17. Ligue para uma amiga que você não fala há séculos. Colocar a conversa em dia faz maravilhas para o cérebro feminino.

18. Momento Egito: recolha todos os travesseiros e almofadas da casa, faça uma pirâmide enorme e coloque os pezinhos laaá no alto. Você merece, Cleópatra!

19. Corra. Só você e seu Ipod.

20. Dança de salão é ótimo pra relaxar. Olhando de fora, parece bizarro. E é. Mas dentro do grupo, a energia é outra. Que estresse resiste ao mambo? Garanto que você sai de lá levinha, levinha.

21. Durma com máscara nos olhos, assim nenhuma claridade se atreve a despertar você (os tampões de ouvido que sobraram do último voo também são úteis).

22. Aposto que você guarda aqueles e-mails que mostram o antes e o depois das atrizes de Hollywood. Quer coisa mais relaxante do que ver o lixo que elas ficam sem maquiagem?

23. Pegue seus filhos, a câmara digital e produza um ensaio freestyle de caretas. Quanto mais enquadramentos malucos, melhor.

24. Se você tem cabelo comprido, pegue uma mecha e enrole, enrole, enrole. Depois desenrole, desenrole, desenrole. Ahhhhh, coisa boa.

25. Outro exercício imbatível de relaxamento é pegar uma tesourinha e cortar as pontas duplas do seu cabelo – isso depois de uma detalhada observação capilar.

26. Sente no chão da sala e imagine um upgrade na decoração. Escolha outra cor para a parede, onde colocar um vaso novo de plantas, faça planos, crie móveis, brinque de CasaCor.

27. Comfort-food é uma delícia de relax. Faça o bolo de laranja da sua tia. Ou peça para sua mãe aquele bife à milanesa com purê de batatas que só ela sabe fazer.

28. Assista a vídeos de stand-up comedy no Youtube. Se não entender as piadas, sem estresse.

29. Prolongue o relax do banho com uma hidratação à la spa (coloque seu amor no trabalho, as costas são com ele).

30. Chegue em casa antes de todos, meia horinha já ajuda. Aproveite o silêncio para curtir sua própria companhia.

31. Se você tem a sorte de ter sua vó ainda viva, aproveite a próxima visita pra pedir um cafuné: deite no sofá com a cabeça no colo dela e relaxe como nunca.

32. Você já tomou banho de piscina à noite? Depois de um dia infernal, dar um mergulho no cloro geladinho é uma delícia.

33. Leia um daqueles e-mails edificantes, dê risada da trilha e dos efeitos cafonas do powerpoint.

34. Mande os filhos (seus ou dele) dormirem na casa de amigos. Precisa dizer mais?

35. Apague as luzes da sala, abra a janela e veja que lua maravilhosa apareceu no céu.

36. Arrume uma gaveta – mas não precisa ser a das meias, totalmente sem graça. Una o útil ao agradável. Escolha a gaveta das bijus, bem colorida e charmosa.

37. Vá almoçar com alguém que você adora e mal consegue falar – pode inclusive ser o seu marido. Qual foi o último assunto agradável e relaxante que vocês conversaram?

38. Invente um hobby maluco, como fotografar nomes esquisitos de restaurantes ou números de fachadas. Caçambas de telentulho dão uma bela coleção.

39. Largue tudo que você está fazendo e coma um chocolate. Coma, não. Saboreie, se delicie, revire os olhinhos.

40. Entre no Facebook e esqueça da vida. Foque na vida dos outros, que é sempre divertido.

41. Vai dizer que não dá um relaxamento instantâneo mudar a estação do rádio e ser surpreendida por uma música que você adora?

42. Trabalho braçal descansa a mente. Então, força no rabo de cavalo e no escovão.

43. Puxe as peles de cutícula com os dentes. Depois a manicure dá um jeito.

44. Fique embaixo do chuveiro horas e horas, a água morninha cutucando seus ombros. É ecologicamente incorreto, mas é tão bom!

45. Morda a ponta do lápis.

46. Pesquise bobagens no Wikipedia.

47. Ouvir a conversa dos outros em restaurante é uma diversão. Só um pedacinho, pra concluir sozinha o resto da história.

48. Tire sementes de uva dedo-de-dama. Um quilo de uva, uma faquinha de ponta e vamos lá!

49. Naqueles dias em que a gente fica em dúvida sobre o look que escolheu, abrir a porta de casa e saber que nenhum papparazzi vai estar lá de plantão é um alívio.

50. Faça brigadeiro e coma direto da panela, fingindo que tem de novo 10 anos (nessa idade você ainda não contava calorias, né?)

51. Lave o cabelo no salão. Peça uma dose extra de xampu e condicionador. E pode massagear bem... ah... humm... isso! Só não dirija logo depois, suas pernas vão estar molinhas.

52. Respire fundo - o velho truque funciona mesmo. Insssssssspire. Tanto oxigênio entrando no seu corpo vai surtir efeito imediato.

53. Mude o caminho de casa para o trabalho. Passe na frente de uma praça, se possível. Escolha ruas mais arborizadas e calmas, nem que precise desviar da rota.

54. Colocar aquele jeans que você nunca mais usou (ou teve coragem) e o zíper fechar é uma das técnicas mais antigas de relaxamento que existem.

55. Compre flores pra casa. Mas não é só enfiar as rosas de qualquer jeito no vaso. Brinque de Martha Steward, deixe tudo lindo e fotogênico.

56. Faça salada de frutas com muita variedade, bem picadinho. Se você se irritar no meio do processo, largue um vinho branco em cima e transforme a salada num clericot. Só se dê por satisfeita depois de comer o último moranguinho encharcado de álcool.

57. Ligue para seus pais e desligue o piloto automático “tudo bom, tudo bem”. Compartilhe as pequenas alegrias do dia, pergunte, preste atenção no que eles falam.

58. No inverno, vá para a praia.

59. No verão, vá para a serra.

60. Eleja uma cor de carro e conte quantos você encontrar com essa cor no caminho. Se isso acalma crianças em viagens, pode fazer o mesmo por você no trânsito.

61. Não consegue dormir porque a cabeça não para de funcionar? Relaxe com um leite quentinho, devidamente servido na sua caneca preferida.

62. Esteja de corpo e mente em cada momento. É estressante ficar sempre pensando no que vem a seguir.

63. Dê uma caminhada a pé pelo seu bairro, sinta o vento no rosto, observe as pessoas, os jardins. Você não nasceu dentro de um carro, grudada no cinto de segurança, lembra?

64. Se você gosta de fazer escova quando tem festa, faça sem motivo nenhum, só pelo prazer de estar bonita. Tomara que você encontre seu ex pra esnobar tanta produção numa terça-feira.

65. Quando você se deparar com uma vista de tirar o fôlego, se permita admirar. Ver a cidade do alto faz qualquer problema parecer pequeninho. Enxergar o horizonte, idem.

66. Mude os planos, invente um programa surpresa, rompa com a rotina. Uma parada inesperada no percurso ajuda a relaxar.

67. Faça cosquinhas numa criança para ouvir suas gargalhadas. No filme Monstros SA, essas risadas geravam energia para alimentar uma cidade inteira. Imagine o bem que fazem só pra você.

68. Visite seu parente preferido. A família, se utilizada corretamente, traz a gostosa sensação de pertencimento.

69. Planeje uma viagem, mesmo que você esteja momentaneamente falida. Separe mapas, pesquise destinos e roteiros. Chegar mais perto dos sonhos relaxa.

70. Pendure um saco de boxe no seu quarto. Dê porradas, enfie o dedo no olho. Não esqueça de apelidar o saco com o nome de quem estressa você.

71. Leia uma biografia. Acompanhar a vida de uma pessoa que você admira tem efeito relaxante. Até para ver que ela também tem problemas e, no fim, acha uma saída.

72. Ande de pés descalços. Pode ser em casa, não precisa ser no palco como a Colbie Caillat. Suas tensões vão ir direto para o chão.

73. Subverta suas próprias regras. Se você não dorme sem lavar a louça da pia, relaxe e deixe tudo como está. Experimente passar um domingo sem arrumar a cama.

74. Lembre uma cena divertida que aconteceu com você, pode ser da infância, ontem no trabalho ou nas últimas férias. Reviver bons momentos faz sorrir por dentro.

75. Jogue Stop. Em vez dos clássicos Cor e Cidade, invente novas categorias: celeb falida, música anos 80, par romântico de novela.

76. Quer se entregar para o estresse, dormir com roupa e tudo? Que nada, faça o contrário. Coloque seu vestido mais sexy e vá para a balada.

77. Sempre se pergunte: isso me relaxa mesmo?

78. Esqueça o glamour. Coma pão dormido com café preto se é o que você gosta. Deixe os farelos sujarem tudo, depois você varre.

79. Mude para um canal de desenhos e assista um pouco. O nonsense dos desenhos animados relaxa até os mais estressadinhos.

80. Pule numa cama elástica. Melhor ainda se for depois da festinha de aniversário do seu filho. Agora só daqui a um ano, que alegria!

81. Veja álbuns antigos de fotos. Não precisa ser uma foto sua com franja duvidosa. Vasculhe retratos dos antepassados, mergulhe na nostalgia da sépia e do preto e branco, leia dedicatórias escritas no verso.

82. Tire pelinhos encravados das pernas.

83. Coma mexerica num dia ensolarado de inverno, de preferência ao ar livre. No Sul, mexerica é bergamota. Tão relaxante quanto.

84. Agrade um cãozinho de estimação – se o cão não for seu, você tem a chance de agradar também um desconhecido charmoso, proprietário do animal.

85. Deixe escolhida a roupa que você vai vestir no dia seguinte, só pra ganhar uns minutinhos a mais na cama ao acordar.

86. Pedale, mas em bicicleta que dá pra levar pra rua, não nas bicicletas chatas da academia.

87. Se você tem filho pequeno (pode ser sobrinho), pegue uma revistinha de colorir e pinte com ele, calmamente, cuidando pra não sair fora do contorno.

88. Uma sesta no sábado ou domingo tem o seu valor. Mas não saia da cama sem se espichar como se quisesse crescer um metro.

89. Bisbilhote a estante de livros de alguém. Esse tipo de voyeurismo descansa o cérebro.

90. Achar dinheiro no bolso da calça possui comprovado efeito relaxante, ainda mais se for uma nota de cinquenta reais.

91. Vá pra musculação. Puxar ferro, pra quem gosta, é relaxante.

92. Encontre uma antiga conhecida na rua e (nossa!!) veja que ela está beeeem mais velha que você.

93. Tome um banho de chuva. Só evite camiseta branca: a intenção é relaxar, não participar do concurso Gata Molhada.

94. Ajudar alguém é relaxante. Doe roupas, brinquedos, alimentos e uma horinha do seu tempo: leve pessoalmente a doação e conheça quem está ajudando.

95. Vá no estádio de futebol com seu namorado. Detalhe: grite e diga mais palavrões do que ele.

96. Desculpe o clichê, mas ouvir música bem alta no carro e cantar junto relaxa horrores. Vidros fechados, por favor.

97. Chegue dez minutinhos mais cedo nos seus compromissos. Dá tempo de se recompor e desacelerar.

98. Assista a um seriado antigo que você sempre quis ver de novo.

99. Conferir o saldo no banco e ver que a conta não está no negativo (como você jurava) provoca relaxamento instantâneo.

100. Pegue essa lista enorme de sugestões e invente, você, a melhor de todas."



Mais textos de Magali Moraes aqui.


*

6 comentários:

Magali Moraes postou o comentário número:

101. Entrar no blog da Fernanda.
Beijão! Saudade!
Maga

Carol postou o comentário número:

Fê (por postar) e Magali (por escrever)

adoreeeeeeeeeeeei demais!
tem coisas aí que eu faço e são muito relaxantes mesmo!

bjs!

Bah postou o comentário número:

Ahahahah esse negócio de focar no Facebook pode não dar mto certo comigo rs... eu já sou focada demais nele, viciada demais na fazendinha rss...

KIsu!

Solange Fernandes postou o comentário número:

Oi Fernanda!Vi seu recadinho ontem, mas só passei rapidinho. Hoje vim e trouxe meu chimarrão, rsrs. É gaúcha tem dessas coisas, para pra bater um papo, e tem que ter o chima.
Este esta na minha lista, é tão fácil ter estes momentos felizes que tem pessoas que não percebem. Complicam e não curtem.
Graças a Deus, consigo enxergar isto.Hoje por exemplo, acordei e tinha sol, e o meu dia ficou mais feliz, oh coisa boa.
Menina quanta cosia linda você faz, e sem gastar muito (que é melhor).
Quando fizer a casinha não esqueça de me mostrar.Bjs

Telma Maciel postou o comentário número:

tô imprimindo pq não deu pra ler tudo!!! E tbm pq quero q a lista esteja sempre perto de mim pra facilitar, hehehe
Bjks

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez postou o comentário número:

EXCELENTE ESTE POST, MARCADO NOS FAVORITOS!
As dicas são ótimas. e como a gente precisa dar uma relaxada, senão acabamos engolidos pelo stress do dia a dia.

bom domingo Fe

Voltar ao topo Real Time Analytics