quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Poema de Amor - "Inconfesso Desejo"



Queria ter coragem
Para falar deste segredo
Queria poder declarar ao mundo
Este amor
Não me falta vontade
Não me falta desejo
Você é minha vontade
Meu maior desejo
Queria poder gritar
Esta loucura saudável
Que é estar em teus braços
Perdido pelos teus beijos
Sentindo-me louco de desejo
Queria recitar versos
Cantar aos quatros ventos
As palavras que brotam
Você é a inspiração
Minha motivação
Queria falar dos sonhos
Dizer os meus secretos desejos
Que é largar tudo
Para viver com você
Este inconfesso desejo





Drummond não podia confessar seu amor proibido, por força das circunstâncias da sua vida. Eu posso. Amo e estou apaixonada. Hoje de manhã, recebi uma declaração de amor incrível. Namorar é a melhor coisa do mundo.



*


Poema de Carlos Drummond de Andrade
Fonte Pensador
Imagem Photobucket.com

6 comentários:

Elis (Coisas de Lily) postou o comentário número:

Lindo poema amiga!!
Adoro Drumond, mas leio muito pouco.
Sou sedentária da leitura, não leio por preguiça. Prefiro um bom filme.

Beijos!!

Fernanda Reali postou o comentário número:

Elis, toda semana vai ter um poema de amor. Nesta semana, o escolhido era este "Desejos Inconfessos", mas acabei postando também "Dias", porque o li ontem e fui arrebatada por ele.

Volta toda semana para se nutrir de poesia, ok? Não precisamos economizar nesses prazeres, pois além de gratuitos, não engordam!

Bjs

Carol postou o comentário número:

Sei lá, quase chorei lendo esse poema!

Comecei a gostar de poesia há pouco tempo e já amo! É maravilhosa a sensação que a leitura de um bom poema me dá! :)

Beijos!

Jurubeba postou o comentário número:

Essas blogueiras andam tão românticas atualmente... ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Adorei esse poema de Drummond!

Monalise Nogueira postou o comentário número:

Drumond é magnífico, amo, assim como Vinicius.

Voltar ao topo Real Time Analytics