quinta-feira, 3 de junho de 2010

O Amor Antigo


Desde a adolescência, este é um dos meus poemas favoritos. Hoje estou com muita saudade do meu amado, que viajou. Saudade do abraço, do carinho, das palavras doces que ele me diz todos os dias. Para celebrar o amor, ou para alimentar sua alma, leia sempre Carlos Drummond de Andrade.





O AMOR ANTIGO

O amor antigo vive de si mesmo,
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige, nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.

O amor antigo tem raízes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.

Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslumbrante,
o antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.
Carlos Drummond de Andrade (Amar se aprende amando)



11 comentários:

Luciana Kotaka postou o comentário número:

Olá amiga, adorei a indicação da Muriel, tinha tudo a ver mesmo. Lindo poema, não conhecia, mas é tão bom relembrar alguns que marcam nossa vida. Beijocas

Elaine postou o comentário número:

Fernanda,
Que meigo! Saudade do amor que é da gente é uma saudade gostosa, né?
É um suave "ainda não" mas que já vem vindo...
E Drummond é sempre perfeito.
Beijossss

Gislaine Fernandes postou o comentário número:

Lindo poema...
ótima escolha...
O Drummond fala de amor, de saudades, melhor que ninguém!
beijos

Sandra somente Sandra postou o comentário número:

Lindo poema amiga..
Amor antigo, amor primeiro..acho que nao esquecemos principalmente do primeiro amor que é de descobertas, do escondido, dos primeiros beijos...Como é bom lembrar...mas viver mesmo é o atual,a alma gemea, o companheiro..Amo meu maridinho ele me completa..
Beijos amiga...

BECA postou o comentário número:

Eu adoro poemas de amor, apesar de estar me separando ultimamente.
Mas como a vida continua, quem sabe um dia encontre um amor tão especial assim.

Bjsssss

Bah postou o comentário número:

Uau! Linda declaração de amor! :)

Kisu!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez postou o comentário número:

Carlos Drummond de Andrade.
Adorei o que vc escreveu: para celebrar o amor, ou para alimentar sua alma, leia sempre.

Foi a melhor definição sobre ele que já li. é alimento mesmo, para a alma.

Excelente.

Tays Rocha postou o comentário número:

Eu amo Drummond... meu marido volta e meia viaja também e eu fico assim, achando tudo meio sem graça. Beijocas.

Coisas do meu viver postou o comentário número:

Amo tudo o que vc posta, menina Fernanda.
Vc é um sucesso.
Parabéns!
Bjs

Voltar ao topo Real Time Analytics