quarta-feira, 16 de março de 2011

Uma Gestação de 4 Anos * ATUALIZADO *

Cris escreveu:



"Agora vamos ao que mais mexeu comigo: a sua resposta ao meu comentário sobre adoção. Acho que nunca mais serei a mesma depois disso, Fernanda, pq depois que li o que vc escreveu tenho pensado seriamente em rever TUDO o que pensei até agora sobre ser mãe. Desde aquele dia eu só penso nessa frase: o seu filho pode estar te esperando há 3 anos (foi mais ou menos isso que vc escreveu). 
A maternidade envolve, mesmo, muitas coisas, e pensar que talvez eu possa ser a escolha de uma criança está mexendo comigo de uma forma que eu nem imaginava (pq isso pode acontecer se eu for a um abrigo, por exemplo). Não cheguei a te contar, mas já tenho um quarto quase pronto para a minha menina: berço, roupas, brinquedos... mas isso tudo deixou de ter importância. Nestes últimos anos eu pensei tanto no que havia decidido junto à Vara da Infância, e me esqueci de SENTIR o meu desejo, entende ? Eu quero ser mãe. Pronto. O resto é só detalhe... 
Eu espero, de coração, poder voltar aqui em breve com novidades sobre isso. Muito obrigada por ter desprendido seu tempo para responder ao meu comentário. Muito obrigada pelo post sobre este assunto. E muuuuuuito obrigada por ter aberto os meus olhos para algo que já estava em mim, e eu só não tinha percebido ainda. 
Beijos. 
PS: Perdão pelo recado imenso... rs... mais eu me emocionei e não queria deixar pra falar depois, tá ?"

31 de agosto de 2010 14:03






Cris ficou quatro anos na fila de adoção, gestando sua filha que demorava, demorava, demorava a chegar. Um dia, Cris resolver fazer outros movimentos na sua busca e partiu mais incisivamente atrás de seu filho. Contei esta história aqui no blog,  e Cris contou no Soul Artesanal.

Meu post se chamou "Chorei, chorei, chorei" (clique e relembre).




Nesta semana, sua filha finalmente chegou e  uma nova história começa na vida desta família. Uma nova busca pela felicidade, novas etapas de construção de afetos e de memórias, e também dias de dor (vacinas, dentinhos, o primeiro febrão, a separação no dia de deixá-la na escolinha), coisas que farão Cris sofrer junto com Maria Vitória e que as deixarão mais e mais unidas. A vida delas nunca mais será a mesma depois desse encontro.

A diferença entre a gestação da Cris e as minhas, é que a dela foi longa e sofrida, levou quatro imensos anos, enquanto as minhas foram tranquilas e levaram cerca de 9 meses. Por isso, acredito, Cris está muito mais preparada para esta maternidade do que eu estava.


Estou aqui emocionada em dar esta notícia e convidando você  a levar um abraço para esta nova mamãe. 

Parabéns, Cris! 

Bem vinda, Maria Vitória!

Visite o blog da Cris e veja como ela deu a melhor notícia de todas
SOUL ARTESANAL


.


Entre tantas batalhas sofridas, entre tantas conquistas, no final o que conta mesmo é o movimento que a gente faz em busca da nossa felicidade. Não é um discurso otimista e vazio de livro de auto-ajuda. É uma constatação. Não fique sentado esperando a felicidade bater à sua porta. Abra você a sua porta e saia em busca da sua felicidade.

.

ATUALIZANDO 12h dia 16 Março

Acabei de conhecer a história da Alê e seu filho Caio.  Leia:
Felicidade tem gosto de Sorvete de Chocolate!



.

63 comentários:

Adelaide postou o comentário número:

Adorei, já estou indo até lá dar um abraço. Realmente eu acredito no que vc falou sobre a diferença de gestação, pois quem dá a luz espera apenas 09 meses e na maioria das vezes o bebe sobrevive, já na fila da adoção são vários partos sem sucesso até chegar o bebe perfeito e isso leva anos.
Abraços
http://euseivoucontar.blogspot.com

calma que estou com pressa postou o comentário número:

oi fer
agora me emocionei tb- não sabia desta linda noticia, acompanhei um pouco a historia da cris e me lembro deste post sobre teu coments no dela-
e eis que a maria vitória estava esperando por uma mãe carinhosa e ávida -
agora vai ter a dor e delicia de ser mãe - com mais vontade e intensidade , uma gestação de 4 anos para dar mais amor a esta criança
bj
lu

Ju Ramalho postou o comentário número:

Nossa que bacana essa história!São coisas assim que aparecem no nosso dia a dia que nos fazem seguir adiante né?

Valeu toda a espera, todo o sofrimento! Sei um pouco do que ela passou por mim até...

Adoro vir aqui e sempre ser presenteada com histórias da vida como ela é e poder ser ainda melhor!

Parabéns Fernanda! Vou lá levar meu abraço!
bjos

Carine postou o comentário número:

Fernanda esse post me emocionou muito! Vou passar para dar um abraço na nova família que se formou.
Tenho rezado muito para que eu alcance a mesma felicidade que a Cris está vivendo. Talvez também seja a hora de eu "partir incisivamente" atrás do meu filho.
Beijo.

Giuliana: postou o comentário número:

Fê,

Acabei de ir lá na Cris deixar um carinho.

Que maravilha ver os sonhos se realizando. E convenhamos, o sonho dela era lindo! E mais lindo é a gostosura que Deus a presenteou.

Ás vezes, não compreendemos o porque da espera, da demora, mas quando as coisas acontecem, temos a certeza de que valeu a pena e que tudo acontece no momento certo.

Estou emocionada! ;o)

Beijos

Lola postou o comentário número:

Ai que delícia Fer!
Eu me lembro desse relato e desse post...e me emocionei porque minha gestação foi também demorada, não tanto quanto a da Cris. E é tão bom constatar que sonhos são sim realizáveis! Dá esperança num mundo melhor!

Bjs

Veronica Kraemer postou o comentário número:

Fe amada, que lindo, e maravilhosa sua atitude, agora fui eu quem chorou...
Te adoro!!!
Vou lá dar parabéns pra Cris e pra Maria Vitória!
Beijosssssssssss
Vero

Lilian Britto postou o comentário número:

Coisa mais linda essa história! Já fui lá no blog da Cris dar meus parabens a ela e à Maria Vitória =)
Me emocionei =)

Elaine Gaspareto postou o comentário número:

Estou arrepiada. Da cabeça aos pés.
Tem como não estar?
Beijosssss

Iara postou o comentário número:

Fe querida que linda história, emocionante, toca o coração com uma delicadeza que faz a gente se consolar das dores da vida.
Já te disse muitas vezes e repito, você faz a diferença na vida de muitas pessoas, e isso é ser mais que especial.
Um grande beijo e que essa família que inicia agora tenha seus caminhos repletos de luz.

Vanessa postou o comentário número:

Coisa mais linda, Fernanda. Já passei lá pra desejar felicidades.

beijo

Bia Jubiart postou o comentário número:

Fiquei emocionada! Lembrando das minhas gestações, das suas tranqüilas e da sua amiga... Vou lá levar um carinho.

Beijos Bella!

Renata Guidinha postou o comentário número:

Gestar não tem tempo. Gestar não tem época. Gestar começa no coração e termina na ação.
O parir é físico, dar a luz é na alma.
Ter um filho é diferente do filho ter a gente.
Só nos tornamos mães, quando resolvemos nos doar. Quando a gente se doa a essa causa, o filho encontra o meio e o tempo de chegar.
Bjs
Renata http://cercaviva.blogspot.com/

Helena Garcia postou o comentário número:

Fer querida...
Vc já sabe que tenho em casa um anjinho que me escolheu pra alegrar nossa família - minha doce Camila - e eu sei bem o que é essa gestação longa e sofrida- muitos meses, anos de sonhos, frustrações e por fim Deus nos manda um anjo seu pra trazer cor e vida a nossa casa!!
Parabéns pra Cris ( vou lá visitá-la ) e pra vc que apoiou ela nesses momentos..eu sei bem o que é isso...dói...mas, no final, a alegria pela vinda deles ao nosso lar vale toda a espera!!!



Um beijão, amiga !
Helena
http://diaadiacorridinho.blogspot.com

Carla Pathy : postou o comentário número:

Beijos Fernanda!

Li os posts a respeito da Cris e como chorona que sou, não consegui conter as lágrimas.
passei lá no Soul e deixei meu abraço carinhoso!
Outro abraço pra ti, por compartilhar essa "gestção e esse nascimento" com a gente!

Eliane postou o comentário número:

Fer,
E eu aqui, chorei chorei chorei.
As palavras dela, as suas bateram muito forte aqui neste coração que tenta engravidar desde 2008 e com laudo médido "esta tudo bem com vcs" continua tentando, continua se decepcionando a casa inicio de ciclo.
Mas é isso, o desejo de ser mãe deve ser maior, a forma como este desejo se realizará não importa.
Vou lá dar um beijo neçla e na fofuxa.
Adorei seu post, parabéns.
Bj

Camille Nascimento postou o comentário número:

Fê que história mais linda, mexeu comigo duas vezes, a primeira porque sou filha adotiva, não sei se já havia comentando mas é que pra mim é algo tão normal que esqueço deste detalhe em minha vida e só lembro quando alguém toca no assunto, e segundo porque a minha monografia foi sobre adoção, o tema é "Adoção: Alternativa para casais inférteis."

Essa mamãe vai ser muiiito feliz e vai fazer a Mª Vitória muiiito feliz também.

Beijos e parabéns pelo post mt lindo!!!

http://claudiaaoextremo.blogspot.com/ postou o comentário número:

Oi Fer
Linda essa história
Que bom que teve final feliz para as duas
Que Deus olhe por cada anjinho de cor clara ou não, recém nascidos, mais crescidos, irmãos, ou sozinhos...que já esperam a tantos anos por uma familia
Adoraria ter mais filhos, mas sou consciente, minha condição não me permite, e para trazer anjinhos a Terra para sofrer melhor não
Mas acho lindo esse ato de amor, de doação
Parabéns pelo post Fer

Minéia Pacheco postou o comentário número:

Olá Fernanda,

Me emocionei MUITO agora!!!
Um filho é sempre uma benção, seja gerado ou não. Tenho certeza de que esta família estará mais completa e infinitamente feliz com a chegada da Maria Vitória.

Lindo poste!!

Beijão para você!!!!

Clau Finotti postou o comentário número:

Acho que vc imagina o tamanho da minha felicidade, né?

Que cara de felicidade da Cris nessa foto! Já fui lá deixar meu beijo e meus melhores desejos prá nova família.

Obrigada por dar essa maravilhosa notícia! Nada como ter uma amiga que gosta de dar notícias maravilhosas!


Bjo grande!

Clau

Dona Amélia postou o comentário número:

Vou lá correndo, emsmo meio cega, entre lágrimas, vou lá sim! ;oD

Vc é muito linda, Fer, e essa beleza maior é a que vai além do físico!

Xêros
Paty

Alessandra postou o comentário número:

Acabei de sair de lá.
O sorriso da Cris diz tudo, não é?

Bjo
Ale

Monica postou o comentário número:

Que belíssima estória. Vou lá conhecer a Cris e a Maria Vitória.

Eli postou o comentário número:

Também sou filha adotiva. Nem preciso dizer que me emocionei demais com o post. Tive a melhor mãe do mundo e tenho o melhor pai do mundo, assim como sei que a Maria Vitória também terá. Vou passar lá pra dar um beijo na nova família. Beijos.

Sandra somente Sandra postou o comentário número:

Amiga boa noite!!!Passando pra dizer que tem selinho pra vc...bjs

Alê postou o comentário número:

Linda históra Fernanda. Sei bem o que é tudo isso que descreveu,pois já passei por momentos semelhantes e 5 anos depois, só tenho a agradecer à Deus por ter colocado em minha vida uma criança tão abençoada. Vou até a Cris dar os parabéns.

Bjos,

Alê

Gislaine Fernandes postou o comentário número:

Linda lição de vida!
Isso é ser mãe!
Parabéns...
beijos

Nutrição, Culinária e Tecidos postou o comentário número:

Post lindo me emocionei linda história e com final feliz e tudo.
Beijos
Vanessa

Manu postou o comentário número:

muito emocionante! Que Deus abençoe essa família linda!

Rosa postou o comentário número:

Fernanda, sempre leio seu blog mas é a primeira vez que comento....
Dias atrás meu filho (11 anos) trouxe do colégio um livro, estranhei o título, questionei se era ele que havia escolhido o livro e ele falou que a professora indicou para a turma inteira ler....Uma história em que o tema é adoção e preconceito....O AMOR NÃO TEM COR....
Não me recordo o autor, mas vale a pena ler....Parabéns pelo seu blog....ADOOOOROOOO D+....

SANDRA postou o comentário número:

Fernanda,

Que relato espetacular!
Algo assim nos faz ver como a vida é bela!
Só por esse ato involuntário a existência do teu blog já valeu!
Parabéns para ti!
Parabéns para a LINDA MAMÃE CRIS!!!!!!

Beijinhossssssss

Minha Mãe Sabia... postou o comentário número:

Realmente, e mais ansioso, mas elas estao lindas, a vida e isso, nao adianta... que Deus ilumine sempre essas criaturinhas e que deemm muita alegria a cris...um beijo amiga

Fernanda

LILIANE postou o comentário número:

querida Fernanda
você me fez chorar aqui do ladinho de cá.
vi de perto o carinho e a ansiedade da minha mãe.
ela esperou 7 anos e quando me adotou disse que pulava de alegria.
sou totalmente a favor da adoção, se não fosse através da adoção, só Deus sabe, como eu estaria.
vou lá conhecer a Chris, e desejar alegrias imensas pra ela e a bebê.
beijinhos

Fernanda postou o comentário número:

Olá Fernanda,
passei para conhecer o teu cantinho e deparei-me com este post.
Infelizmente existem tantas crianças institucionalizadas e ávidas de afeto e colo e tantos pais desejosos de o fazer. O processo de adoção devia ser mais célere, tanto no Brasil como em Portugal.

Neli Rodrigues postou o comentário número:

Linda história! Vou lá conhecer essas duas meninas. Já fiz um post sobre adoção e lá disse que esse caminho seria menos árduo se os casais não "escolhessem" tanto, afinal, qdo ficamos grávidas não ficamos fazendo exigências prá Deus.
Bjs♥

Cris Chiosini postou o comentário número:

Fernanda, o que eu faço com vc, hein ?? rsrsrsrs
Vc é tão linda ! Obrigada por tanto carinho...
Recebi tantos recadinhos através deste seu post... tanta gente carinhosa passa por aqui.
Sabe, quando conhecemos Maria Vitória, eu fiquei com muito receio por causa da saúde dela.
Ela nasceu com 5 meses, a mãe tentou um aborto com aquele remédio que a gente sabe que pode deixar sérias sequelas, sabe ? Teve problemas cardíacos e respiratórios assim que nasceu (ela usa o nebulizador todos os dias, e vai precisar ir sempre ao cardiologista e ao pneumologista - 'sempre por enquanto', se é que vc me entende, pq amor cura e isso ela vai ter de sobra aqui em casa) e vai precisar de terapia ocupacional para mexer bem direitinho os braços e as perninhas.
Foram duas semanas de muito choro aqui em casa.
Nessas horas, a cabeça da gente pira, né ?
Eu pensava: será que ela é a nossa bebê, mesmo ? Será que isso tudo não aconteceu pq Deus sabia que eu abriria mão de qualquer coisa para cuidar dela ?
Eu nunca sonhei com um bebê Johnson's, daqueles lindos, loirinhos e perfeitamente saudáveis, mas a gente nunca está preparada para um desafio assim...
Acontece que na segunda vez que vimos Maria Vitória, Iara a colocou para dormir. Quando cheguei ao abrigo, as duas estavam tão lindas juntas... e daí já viu, né ? rs... Soubemos que ela era o nosso anjinho.
E a cada segundo eu tenho mais certeza disso.
Ela é muito fofa, Fê... tão tranquila, carinhosa (ela faz denguinho na gente !!!!!!) e sorridente. Basta um 'tibitati' pra ela já cair na risada... rs... bem que poderia ter saído de mim, mesmo... rsrsrs
O cabelinho dela é bem enroladinho, e acho que vai ficar mais moreninha (da cor que eu sempre quis pra mim ! rsrsrs).
Enfim, há duas noites eu não durmo direito, pq ela está saindo de uma gripe bem forte e tosse muito à noite, então a todo momento eu me assusto, achando que ela pode engasgar... Tô beeeem cansada, tenho duas encomendas grandes pra entregar até o final da próxima semana e nem sei como vou dar conta... rs... mas Deus jamais me daria um fardo maior do que aquele que posso carregar. Eu confio Nele, confio no que Ele reservou para mim, e sei que tudo ficará bem.
Assim que puder, vou postar mais fotos da nossa fofurinha pra vc entender direitinho o que é esse sorriso de dois dentes... rs...
Mais uma vez (e um zilhão de vezes) obrigada por ser tão especial, por sempre ser tão sincera comigo, por ter aberto os meus olhos e o meu coração, e por compartilhar aqui essa minha história que a cada dia fica mais gostosa de contar.
Adoro vc !
Que Deus abençoe vc e sua família, sempre.
Um beijo.

Glaucia postou o comentário número:

Adoção é um assunto que me mobiliza ! Minha primeira gestação foi rapidinha, com 3 meses nasceu o Natanael com 7 anos ( hoje tem 16), a segunda gestação durou 5 anos e nasceram Aloísio de 3 anos e Luana de 2 anos ( hoje com 8 e 7 anos).
Mais do que um ato de amor, adoção é uma maternidade sonhada, refletida e muito esperada.
Desejo muita saúde a bebezinha e toda felicidade do mundo para a mamãe, nem precisamos desejar amor a elas, na foto já vemos que não há amor maior.

Lola Sciwinzki postou o comentário número:

Essa história é linda e incrível.
To aqui mega emocionada.
Nada na vida é mais importante que amor e felicidade.
Bjks.

Lola Sciwinzki postou o comentário número:

Essa história é linda e incrível.
To aqui mega emocionada.
Nada na vida é mais importante que amor e felicidade.
Bjks.

Gisela Marini Dias postou o comentário número:

Fê, eu me arrepiei quando li a notícia no blog da Cris! Chorava enquanto escrevia o comentário, tanto que não tive palavras para expressão tamanha emoção.
Basta abrirmos nosso coração, mudarmos certos pensamentos para atingirmos o que mais desejamos.
Que vc continue sendo iluminada com sua dedicação a amizade e que tudo seja maravilhoso nessa nova etapa na vida da Cris!
Beijos :)

Neli Alves postou o comentário número:

Num mundo com tanta violência, falar de amor, deste amor, é um oasis. Incrível história de desejo, persistência, quando todos "acham" que tem tudo e não querem esperar nada.
Maravilhoso este post. Amei. Parabéns a você, à mamãe e principalmente à filhinha, que encontrou um lar tão especial.
Bjks.

Lidia Ferreira postou o comentário número:

Minha Flor ,
Minha vizinha passou por algo parecido no que se diz o tempo pela adoção , ela ja tinha 2 filhos , por causa de um tumor ela não poderia ter mais , e ela sempre quis uma filha, então entrou na lista , ficou 4 anos , ate que alguem lhe deu a idéia de entrar na lista no estado da Bahia, em um mês ela conseguiu , uma menina recem nascida, hoje ela esta com 5 anos e e muito linda e amada
bjs

Valquiria Cristina postou o comentário número:

Fer que Historia linda!! bela,estou emocionada....

beijos querida

Valquiria

http://coisasdocoracaodaval.blogspot.com/

Mari postou o comentário número:

Olha a carinha dela de felicidade.
Acredito que ela teve que esperar tanto porque era essa menininha que deveria ser sua filha.
Tudo de bom para essa família!

Renata postou o comentário número:

Oi Fer!
que lindo post! Você é linda, tanto por fora quanto por dentro!
Beijos, Renata
palpitandoemtudo

Telma Maciel postou o comentário número:

É... tem coisas que só o tempo mesmo pra fazer com que a realização seja plena! Que bom que a Cris conseguiu! Vou passar lá no blog pra dar um alô!
Beijo

Alê postou o comentário número:

Oi Fernanda, olha eu de novo aqui rsrsrs. Chorei quando li esse post ontem e me emocionei novamente quando vi seu comentário e atualização aqui. Obrigada pelo carinho, adorei!!!

Bjos,

Alê

Jurubeba postou o comentário número:

Fê,

Eu lembro dessa história e fico muito feliz com o final feliz!
É tão bom ler posts como esse e mais, conhecer as histórias reais por trás do mundo virtual.
Vi o blog da Cris e li o lindo comentário dela aqui!
Desejo saúde e felicidade a essa nova família que se inicia...

Beijos ;)

Juliana postou o comentário número:

Oii!
Passei para conhecer o blog e de cara já encontrei algo tão lindo e motivador!
São esses acontecimentos que nos dão forças pra seguir em frente sem cair e desistir!
Adorei estar aki!
Beijos

Andreia Lica postou o comentário número:

Linda história, prova de doação de amor e de forma incondicional. Parabéns a Cris por esta gestação tão longa.

Bjão

Fran postou o comentário número:

Oi Fernanda, acabei de chegar em seu blog, já estou te seguindo, me siga tb. Ah, e sobre o post, fica difícil dizer, pois tb sou filha adotiva, por 2 vezes, sofri muito com a primeira pessoa que me adotou, era espancada praticamente todos os dias, e as vezes até jurada de morte, vivi este pesadelo até quase os 7 anos de idade, mas passou e hoje sou muito feliz. Tô indo visitar o blog dela tb.
Beijos

Fe ODonnell postou o comentário número:

Fernanda,
Parabéns pelo dom que você tem para escrever, que nos transporta para a cena, seja ela esta linda história de amor/adoção, sejam suas receitas, enfim você consegue transmitir os sentimentos na dose certa!!

Vou deixar abraço para a Cris e sua anjinha.

Beijos

Fernanda
http://memoriascomacucar.blogspot.com

Fabiana Tardochi postou o comentário número:

Lembro perfeitamente desse post e como chorei com vocês.
Já fui dar um abraço na nossa amiga e dar as boas -vindas para Maria Vitória:)
Beijos

A FADA DAS AGULHAS postou o comentário número:

Que notícia linda,linda,linda!Estou aqui muito emocionada.Tudo na vida tem seu tempo e sua hora,e agora chegou a hora da Cris.

Vou lá deixar um beijo de boas-vindas para nossa amiga e sua Maria Vitória.

Fe,vc é especial!
Beijoooo amiga!

Simone Souza

Ivonete postou o comentário número:

Olá Fernanda!
Já chorei !Agora vou fazer uma visitinha a essa nova mãe,guerreira maravilhosa, nem tenho palavras para descreve-la, li o recadinho que ela te deixou, me emocionou demais...sem palavras!!!
Beijocas!!!

Liliane de Paula postou o comentário número:

Fernanda seu blog ainda está lento? Lembrei que pode ser as fotos grandes que estão por lá. Será?

Elza Carrara postou o comentário número:

Fernanda,
Que história mais linda, e nem é um final feliz, é um começo feliz :)
AH! E obrigada pelas suas dicas cheias de carinho, elas são importantes na hora h, rsrsrs
Bjs.

Van Yurie postou o comentário número:

Que linda conquista compartilhada aqui contigo e com a gente em paralelo... uma longa e custosa gestação sem dúvida, mas com um "nascimento" pra lá de memorável, gratificante, abençoado...Que esse pedacinho de Deus na vida desta pessoa, seja mais que uma razão de vida, que seja um exemplo de perseverança a tantos corações desiludidos por aí.Beijo enorme!!!

coisasdacasa08 postou o comentário número:

Fê,
meu olhos estão cheios d'agua! Que lindo. Escrevi um comentário num post no Bicha Fêmea falando justamente escolher a criança X se permitir ser escolhida, baseado nos casos de adoção que conheço.
um beijo
Tri

Mariane Prospero Polins postou o comentário número:

Que barato! Aodro o Cris, vou lá parabenizá-la!
Teu blog está cheinho de notícias muito legais, adorei o alfineteiro de tampa de amaciante!
Na verdade passei por aqui para te falar que li na revista Nestlé com Você que está rolando uma promoção de receitas de brigadeiro e na hora lembrei do teu famoso feito com azeite!
Passa lá e se increve, o site é www.leitemoca.com.br
Bjinho e boa sorte!

Vera Lúcia postou o comentário número:

Fe. passei por aqui pra te dá aqueleeeee abraço e te desejar um feliz aniversario, com muita Paz, saúde. Bjkas. Parabéns!!!

vanusa postou o comentário número:

Tá, eu confesso: deu vontade de chorar!! mto lindo!

Voltar ao topo