quarta-feira, 22 de junho de 2011

Dia dos Namorados - Na Escola do Amor

Recebi histórias variadas sobre namorados e elas vieram de diversos locais do Brasil. Não importa a região, a época, nós encontramos em cada relato o desejo de ser feliz. Uma coisa simples como ir à universidade pode reservar uma grande surpresa...

Elaine, do blog Casinha de Taipa, trouxe uma história de amizade que se transformou em amor. No seu perfil, ela se define assim: "Nordestina, Formada em História, pesquisadora de História do Pernambuco Colonial, e interessada em arquivologia, mas como toda dona de casa, apaixonada por decoração, artesanato, receitas e diversão." 


Leia o que Elaine contou:

Eu e meu esposo moramos no mesmo bairro desde que nascemos, mas só nos conhecemos na universidade que fica "do outro lado do mundo"! Uma semana antes, voltando no mesmo ônibus, já havia reparado nele, que praticamente "discutia" com um amigo defendendo seu ponto de vista. A princípio achei que ele era meio doido, mas deixei pra lá.

Na semana seguinte, voltamos os dois no mesmo ônibus, só que lado a lado. Estava cansada nesse dia (trabalhava no comércio na época, então imagine). Bocejei, sendo acompanhada por ele no bocejo. Olhamos um para o outro, rimos e ele veio com essa: - " bocejo é contagioso". Voltamos o caminho todinho conversando. 

Dias depois, eis que houve um apagão na universidade. Muita gente voltando pra casa na mesma hora, tudo escuro, e uma criatura boçal no meu pé. Encontrar meu futuro esposo naquele pandemônio foi um milagre.

Acabamos voltando juntos, mas dessa vez ele me acompanhou até em casa (mais ainda não foi nesse dia). Nos dias seguintes, apenas nos falamos nos corredores da universidade. Até que. certo dia, voltando para casa sozinha, eu o encontrei me esperando na parada de ônibus em que eu descia. Ele me abraçou forte e manteve meu braço colado ao dele. Mais uma vez, ele me acompanhou até em casa, mas não sem antes me "imprensar" num muro e.... nisso já se vão 8 anos juntos, sendo 3 de casados.

Brigas, tivemos! Crises também! Embora o espaço de tempo entre nos conhecermos e começarmos a namorar não tenha sido maior que dois meses, rapidamente nos tornamos amigos. E acho que é essa amizade e companheirismo que fundamenta nossa relação, que a mantém tão sólida. Por conta disso, sempre há diálogo e é lógico muito amor!


24 comentários:

Tayrine Castro postou o comentário número:

Linda historia. Fernanda querida muitíssimo obrigado acabo de receber seu presente e amei tudo, as cores estão lindíssimas as embalagens indas e adorei os imas ou melhor marcadores do blog e super fofo. Semana que vem devo postar foto dos mimos em meu blog.

Bia Jubiart postou o comentário número:

Bom dia Fernanda!

Todo início de namoro, tem um certo frisson... Gostei muito desta! vou lá visitá-la!

Uma ótima quarta-feira p/ nós.

Bjsssss.

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) postou o comentário número:

Tb conheci meu marido neste período de entrada de faculdade, na verdade, no cursinho. Mais uma historiadora pra turma! Beijo Fernanda!

Alline Klauck postou o comentário número:

Que linda história né Fernanda?
Seu blog tá muito show...tanto é que coloquei seu link já na minha leitura diária para nao perder nada,ok? Vê lá se aprova..rs..rs


Um beijo!
Alline Klauck
www.a-cara-da-riqueza.blogspot.com

Neli Rodrigues postou o comentário número:

Adoro a Elaine e o Casinha de Taipa, mto legal ler a história da historiadora.
Bjs♥

Mania D' Marie postou o comentário número:

Ai que fofo,histórias de amor,aliás o amor é o maior dos sentimentos,amei!!!

Clara postou o comentário número:

ui, que pegada... dá até um frio na barriga.
Que delícia tempo de faculdade. A gente sempre encontra alguém mesmo.
Beijos.

mery postou o comentário número:

Foi bom ler essa história, me lembrei da minha mãe,pois com ela aconteceu um romnce assim, em viagem...
Do jeito que ela conta a história,fico imaginando como é lindo "um encontro" se tornar em amor verdadeiro. Que lindo!
Abrços/ Mery

Turquezza postou o comentário número:

Que bom relembrar estas coisas ......
Beijos.

Zondra Art postou o comentário número:

Very cutee!
Kisses and greetings dear Fernanda:)

Elaine Lobato postou o comentário número:

Linda história! Também conheci meu esposo na universidade!

bjs

josianaleite.leite@gmail.com postou o comentário número:

Muito legal a história é bom ler histórias de amor reais, bjss
Josiana Leite

Cristiane Félix postou o comentário número:

Oi Fernanda,q historia linda.
Início de namoro é mto gostoso,
tenho tantas lembranças boas.
Bjks.
Cris

Adriana Balreira postou o comentário número:

Amo histórias de amor! Tão bom de ler, assim dá esperanças de encontrar um amor também...
Beijos
Adriana

Telma Maciel postou o comentário número:

É um barato isso de vc estar ali, ao lado do amor da sua vida, mas nunca ter reparado! Até que chega um momento q a vida diz "se eu não der um empurrãozinho esses dois se perdem..." Muito linda a história!!!
Beijoo

Misturação - Ana Karla postou o comentário número:

Fernanda muito legal trazer lindas histórias como essa.
Elaine é uma linda/fôfa que tive o prazer de conhecê-la pessoalmente em um encontro de blogueiros.
Xeros para as duas.

Elaine Canha postou o comentário número:

Oi Fernanda

Mais uma vez obrigada por postar a história. E a vocês que deixaram comentários, muito obrigada pelas palavras.

Beijos

Cláudia postou o comentário número:

ui que pegada(2)
Senti até as "borboletas no estômago".
Início da paquera é tão bão,aliás, tudo que acontece antes do primeiro beijo,né ?

beijus procê.

Pandora postou o comentário número:

Tão gostoso ler história de amor, mais gostoso quando a gente conhece a pessoa!!! A Elaine é mara, a história dela é fofa!!!

Adorei vê/ler ela por aqui!!!

Casinha Encantada postou o comentário número:

Que delicia essa fase, melhor ainda é cultivar este sentimento.
Vou passar lá deixar um beijo pra ela.

Elica Lopes Vequeti postou o comentário número:

Oi! Linda história de amor...:D
É bom conhecer um pouco da Elaine, somos companheiras de blog. Bjo

Cantinho da Zazá postou o comentário número:

Oi Fernanda!

Belas histórias sempre aquecem o coração! Adorei!

Estou aqui para te convidar para participar do meu 1º Sorteio! Adoraria poder contar com a sua presença!

Bjs e um Bom Feriadâo! Zazá

Voltar ao topo