terça-feira, 13 de setembro de 2011

Traição - O Choque e a Cura

Depois de publicar o post de ontem da Dieta Coletiva, recebi um depoimento sincero de uma amiga esmaltólatra. Ela que quer contribuir com sua experiência para acordar quem está presa em um pesadelo da vida real. Vamos mantê-la no anonimato para não expor sua família.


"(...) Casei aos 25 anos e, depois de 08 anos de casada,  descobri a  primeira traição. Fiquei chocada parecia que o mundo havia desabado sobre minha cabeça. Quando amo, sou cega e jamais imaginaria que isso fosse acontecer comigo, acreditava sinceramente que aconteceria com todo mundo menos comigo.  Perdoei meu marido por 02 motivos: primeiro por ser o pai dos meus filhos, e porque achei sinceramente que ele teria se arrependido.


Ledo engano! Aconteceu pela segunda vez, descobri, fiquei muito magoada. É o pior sentimento ser enganada, traída... Surtei entrei em depressão, emagreci 9 quiilos, meus cabelos caíram, não comia, não dormia. Um dia, eu disse chega. Ninguém vive de aparências, jamais conseguiria viver na mesma casa. Ele saiu de casa.






Tantas noites sem dormir, quantas lágrimas, não foi fácil, procurava uma explicação, como um pai de família deixava sua casa sua esposa e seus filhos para sair com outra mulher?Ficou muito clara a falta de respeito. Eu poderia muito bem fechar os olhos, como fiz da primeira vez mas tenho certeza que isso não iria adiantar, como não adiantou da primeira vez.

Só quem passa por isso, sabe o quanto dói, mas descobri que não estou sozinha. Meus pais, compartilharam a minha dor, com ajuda de psicóloga resgatei minha dignidade, meu amor próprio. Hoje tenho 35 anos e posso reconstruir minha vida ! Claro que não é fácil assim, eu sei, hoje converso sobre o assunto da forma mais natural. 

Não me culpo pelo fim do meu casamento. Eu tentei dando uma nova chance ao meu marido, fiz o que pud,e principalmente por causa dos filhos, mas não consegui. Hoje levantei minha cabeça e segui um novo caminho. Sei que é dificil, mas com a ajuda de Deus tudo fica mais fácil, e espero com o tempo curar minhas feridas.

Peço para quem esta passando por tudo isso: acalme-se, tudo vai dar certo, é terrível descobrir a traição da pessoa que amamos, todos os nossos sonhos desabam, mas é preciso se acalmar para descobrir o que é melhor para você. Decidir no calor da emoção pode levar você a uma decisão equivocada.

Já se passou um ano, e hoje pinto as unhas, cuido da minha casa, cuido do visual, sou feliz!"

*

Muito obrigada, amiga, pela confiança em mandar a tua história. Eu tenho duas amigas em situação semelhante, mas que ainda estão na pior fase, a do choque. Tenho certeza de que o teu depoimento será lido e ajudará de alguma forma às meninas a prosseguirem em busca da "cura".



38 comentários:

Celena postou o comentário número:

Uau que depoimento hein...o pior de tudo que tem gente amiga, passando por isso nesse exato momento...passando pelo momento da descoberta da traição, e não consegue reagir , não consegue seguir em frente...como é dificil estar do lado e não poder fazer nada, porque a reação de querer virar o jogo só depende dela mesma...valeu o post Fer...bjim.

Uma parte de mim postou o comentário número:

TEM CERTAS HORAS QUE NÃO ENTENDO OS CUECAS, TEM CASA ,FAMÍLIA, ROUPA LAVADA E NÃO SE CONTÉM E AINDA QUEREM MAIS.
eSSE INSTINTO ANIMAL TEM QUE SER DELETADO!

Fanny Barbosa postou o comentário número:

Força!!! é apenas o que tenho a desejar além de felicidade!

Luciana Alcantara postou o comentário número:

Nossa,fiquei muito emocionada,e admirada da coragem dela em partilhar essa parte de sua vida,que com certeza foi um momento de muita dor,mas que agora é um exemplo de superação.
Amo seu blog Fernada,bjs,Lú!

marcela postou o comentário número:

Oi Fernanda que situação mais triste.Eu acho q o mais triste é a falta de respeito numa relação ninguém está livre de passar por isso,mas à sinceridade e o respeito tem q vir em primeiro lugar,ser homem ou melhor o suficiente de conversar e dizer q a relação não mais a msm.Uma vida de mentiras só traz dor e sofrimento,graças a Deus essa amiga conseguiu apoio da família e ajuda psicológica,mas tem mtas q nem sequer tem um socorro.Com certeza c esse depoimento ajudará mtas amigas q estão passando por essa turbulência em suas vidas...Bjs!

Aline Leal postou o comentário número:

é muito forte o que ela disse a vida tem dessas coisas, mas o mais importante é levantar a cabeça e dar a volta por cima!
Beijocas!

coisasdamulhermoderna.blogspot.com

Neli Alves postou o comentário número:

Já falei sobre isto em outro blog: uma pessoa da minha família, após 11 anos de relacionamento, descobriu (por acaso mesmo) que o traste estava saindo com outra. Quando ela foi falar com ele, o safado chorou e se debulhou, e continua chorando até hoje. Ela descobriu num domingo e na quarta feira já havia entrado com a petição de separação/divórcio na Vara de Família. Ele n~]ao passa um dia sem mandar um recedo amoroso, pedindo para voltar, dizendo que vai morrer e outras coisas mais. Ela está durona, apesar da filha de 5 anos sentir bastante falta do cachorro. Agora é aguardar para ver se ela consegue manter a posição. Eu sempre acredito, com um pé atrás.
Bjks. Boa sorte para as meninas que estão passando por isto.

Tah Araujo postou o comentário número:

Olá Fernanda acompanho seu blog por inumeros motivos... vc é 10!!
tbm sou casada a 10 meses tenho 23 anos e amo meu marido mas acima disso confio mto nele, por isso peço a Deus que esteja o comando de td e não permita que minha confiança seja abalada porque não sei se seria capaz de perdoar como nossa amiga fez... é dolorido d+ nunca passei por isso mas tive pessoas da minha familia que passaram por isso e não superaram até hoje.
sabe as vezes fico pensando o que leva um homen e ou uma mulher fazer isso com alguém que vc jurou fidelidade dependente das circunstancias que você esteja vivendo... lembra na saude na doença... na alegria na tristeza...
essas coisas que prometemos a Deus antes de td fazer aquela pessoa feliz pra sempre.
é dificil mas fica aqui o meu abraço a todas (os) que sofreram ou sofrem com isso.
grande bjo acho seu blog td de bão...

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) postou o comentário número:

Essa dor deve mesmo ser enorme, porque não se tria só o casamento, o sexo, se quebra a cumplicidade, os sonhos, o passado em comum.
Que bom que vc deu a volta por cima, está pronta pra uma nova vida e que esta seja feliz. Que surja alguém que te valorize e AME de verdade!

Parabéns, gueirreira!
Parabéns, Fernanda pelos ótimos posts! Bjs nas duas!

Gleicy postou o comentário número:

Nossa já passei por isso também e realmente é muito dificil seguir em frente.
Depois de 10 anos vivendo com meu ex, sempre passava as férias com meus filhos no interior, na casa da mãe dele.
Uma noite ligo em casa (em S.P) para saber dele e a fulana atende o telefone se identificando como a namorada dele!!! Meu mundo foi ao chão, mas o amor próprio falou mais alto e me separei...
Sofri demais, perdi 23 quilos, e ainda me vi sozinha para criar 4 filhos pequenos ( a caçula com 1 ano), pensava que jamais seria feliz novamente, que ninguém iria querer uma mulher separada com 4 filhos para criar! Mas levantei a cabeça e com Deus na minha vida consegui.
Vim morar com minha sogra e depois algum tempo conheci uma pessoa que passou pelo mesmo sofrimento, e estamos juntos há 10 anos, uma pessoa maravilhosa que me ajudou a criar meus filhos com muito amor!
Meus filhos estão criados, os dois mais velhos já estão na faculdade, prestei um concurso público e passei, trabalho na Câmara Municipal da cidade...
E para quem passa pelo mesmo não se desespere, ame-se em primeiro lugar, e saiba que é difícil, sofrido mas passa e muitas vezes a felicidade está lá na frente com alguém totalmente inesperado.

Turquezza postou o comentário número:

Eu acho que a relação homem/mulher tem que, em primeiro lugar, ter respeito e consideração. Se já não ama, converse e separe, é melhor para os dois. Não é fácil, depois de uma vida de amor (que parecia ser eterno). Conheço pessoas que ficam juntas para mostrar à sociedade que teem marido e "são felizes", mas no fundo são profundamente depressivas.
Temos que encarar a realidade, e querer ser feliz, lutar para ser feliz, a vida é uma só. É dificílimo, mas a gente querendo o sofrimento acaba. Não merecemos sofrer por quem não nos merece.
Atenção mulheres, lutem, corram atrás da felicidade e agarre com unhas e dentes, a fase horrível passará um dia, com certeza.
Parabéns a essa menina, que está dando a volta por cima e ajudando as outras a se reerguerem!
Beijos.

Sindicato dos Corretores de Seguros postou o comentário número:

Jesus! É emocionante, fiquei arrepiada, em choque, agoniada, só de pensar em como seria minha reação... traida duas vezes, é duro. Graças a Deus ela resgatou seu amor próprio e levantou sua cabeça para seguir em frente!
Acredito que no fundo da alma ainda doa um pouquinho, mas pelo resumo do seu depoimento posso te dizer, com toda certeza, que você está superando e assim podendo ajudar que está vivendo esta mesma dor.

Um beijo e força sempre!

escola gilberto bonafe postou o comentário número:

Puxa que história!!! Fiquei admirada com a força dessa mulher, um ótimo exemplo para todas nós.
beijos

Clara postou o comentário número:

Lá vem eu e meus pitacos.... Ah Fernanda, vai me aguentar de novo!

Bem, eu já passei por isso e sei que dói e muito. Por um tempo eu até tapei os olhos, mas se não houver o perdão de coração, não dá pra viver junto. Melhor separar. Fiquei 12 anos com depressão, pânico e tudo de ruim. Mas superei e aos poucos estou me reerguendo.
No meu caso, isso foi uma luta individual, pois o que as pessoas que diziam que me amavam somente me diziam o básico: "não liga não, deixa pra lá, cuide de seus filhos, bla, bla, bla..."
E minha cabeça, minha vida foi ficando pra trás.
O que eu aprendi: Não devemos nunca colocar nossa felicidade, nossa vida, ou qualquer coisa nossa nas mãos de outra pessoa.
Temos sim, que ser um pouco egoístas e pensar no nosso bem estar, sermos felizes por nada, pra depois compartilhar com outras pessoas. A traição existe bem mais do que imaginamos, mas será mesmo que isso é tão importante a ponto de acabar com uma relação estável, feliz? Hoje eu me faço essa pergunta. Não sei a resposta, porque não me casei de novo, e nem pretendo. Opção minha, estou feliz como estou.
Tudo passa, é só ter paciência... e enxergar o seu "eu" e se descobrir. Daí, minha filha, ninguém te segura....

Beijossssssssss

Andreia Lica postou o comentário número:

Mulher corajosa, que apesar de tudo soube dar um basta nesta relação...teve que ir ao fundo do poço para se reencotrar, mais forte e mais feliz quem sabe.

Bjos

Anônimo postou o comentário número:

Aii, chorei ao ler..
Só quem passou por isso sabe o quanto dói.
Eu passei por isso e é uma sensação hor-rí-vel, o cara te trai e a gente se sente culpada, se pergunta onde foi que a gente errou, mesmo sabendo que a "culpa" é dele,foi ele quem te traiu, mas... pra chegar nesse nível de percepção só as custas de muitas lágrimas.
Só o tempo mesmo pra aplacar tanto sofrimento.
E como cada um tem seu ritmo eu levei 3 anos pra decidir dar um basta. Hoje já fazem dois anos que estou solteira,mas feliz, me amo acima de tudo, apesar das sequelas que ficam, principalmente a descrença nos homens.
Sei que não se deve generalizar, mas quando a gente leva um golpe desses é difícil voltarmos a confiar com plenitude.
Tive um relacionamento de 14 anos, amei demais,tivemos muitos momentos bons, o sexo era maravilhoso, fiz loucuras pelo nosso relacionamento, sempre querendo agrada-lo,massagens, lingeri novas... Enfim tratei como um príncipe, quem na verdade não passava de um sapo.
Nos momentos de dificuldade sempre estive ao lado dele,o apoiei várias vezes,sempre o ajudei em tudo,eu o amava demais.
Quando eu descobri por acaso, olhando o orkut da minha cunhada,num recado da amante dele, com direito a foto dos dois e tudo.
Meu mundo caiu... literalmente perdi o chão.
A coisa tava tão escancarada que eu me odiei por ser a última a saber.
E depois que tudo veio a tona descobri que ela não foi a única, foram vários outros casos...
Sofri muito, chorei, chorei, parecia que eu ia morrer de tanto chorar. E logo eu que sempre fui tranquila, muito segura e controlada. Nem me reconhecia mais...Já não conseguia controlar o choro, emagreci horrores, não comia, só chorava.
O pior de tudo é que eu não contei pra minha familia,e tentei esconder, não queria que eles sofressem por mim, resolvi sofrer sozinha. Na época tava fazendo faculdade,com a grana apertada não podia nem pedir ajuda nun consultório. Era final de curso, tava fazendo um monte de cadeiras, TCC,foi aonde eu me agarrei,ia pra aula estudar pra não enlouquecer e parar de pensar no assunto.
Ao mesmo tempo, não conseguia me separar dele, era uma situação muito complicada pra mim, ao mesmo tempo eu o amava eu o odiava por me fazer sofrer daquele jeito.
Ele jurava que tinha sido só um caso a toa , que tinham terminado e me tratava com total dedicação, digna de quem se sente culpado querendo compensar.
O tempo foi passando e eu sofrendo... até o dia em que eu "surtei". Eu encontrei pessoalmente a amante dele, por acaso na rua,numa infeliz coincidência. E eu que sempre fui uma mulher educada,"fina-elegante-e-sincera" rodeiiii a baiana, surteiii, parti pra vias de fato. Irracionalmente descontei toda a raiva do "meu mundo" na cara e no corpo dela. Bati muito nela, isso que ela era maior do que eu hehhe. E naquele dia em diante, eu DECIDI que não queria mais sofrer.
Terminei ali a nossa relação.
Ele não aceitava,insitiu muito pra voltar, dizia que me amava e que vai me amar pra sempre, me ligava chorando, chorou por um bom tempo, disse até que ia se suicidar.
Me mantive firme na minha decisão e estou até hoje, sem recaídas.E nem ele se suicidou...hehe Descobri que me amo muito mais do que amava ele.
É muito dolorido passar por tudo isso, mas o tempo graças a Deus coloca as coisas no lugar e tudo ainda bem um dia passa.
Cicatrizes ficam, a gente não tem aquele botãozinho que apaga o passado, então hora ou outra a gente sempre lembra de algum momento, bom ou ruim.
O importante é "ressuscitar" e "levantar das cinzas do sofrimento" afff heheh e bola pra frente, pois a vida continua...
Hoje já consigo falar da situação sem chorar e até consigo rir de mim mesma, muito embora quando li esse teu post, engasguei...
Força e coragem pra ela, e pra todas que passam por isso, é o que eu posso dizer.
Como diz o velho ditado, "nada que o tempo não resolva."
Emfim é a vida...e ela segue..
bjo,bjo, adoro teu blog,
da amiga virtual

Anônimo postou o comentário número:

Perfeito o comentário da Clara, sábias palavras?
"O que eu aprendi: Não devemos nunca colocar nossa felicidade, nossa vida, ou qualquer coisa nossa nas mãos de outra pessoa."
"Daí, minha filha, ninguém te segura...."

Perfeito é exatamente isso...

Os homens traem, sempre vão trair, no seu "instinto selvagem", e as mulheres sempre vão sofrer, sem conseguir entender os porquês.
Ainda bem , embora a duras penas, a gente aprende e sobrevive mais forte e linda.
bjo,bjo

Anônimo postou o comentário número:

ahh esqueci de dizer o mais importante, peçam ajuda sempre... não fiquem sofrendo sozinhas,a gente nem sempre é tão forte nesses momentos de crise.
Ajuda a amenizar a dor, e sofrer menos, se é que isso é possivel...

Mary postou o comentário número:

Olá Fernanda, sou sua mais nova seguidora. Parabéns pelo Blog!
Bjos Mary

Letícia Alves postou o comentário número:

É bastante difícil.
Mas como todos disseram: buscar ajuda e seguir adiante.
Nunca me casei e nem tive muitos namorados, sou mais só, mas compreendo o que o sofrimento pode trazer a uma pessoa.
Minha irmã mais velha passou por isso.

Abraços a todas!

Josiana Leite postou o comentário número:

Dar a volta por cima e difícil, mas faz parte, uma hora o sol volta a brilhar, grande abraço querida.

Patricia postou o comentário número:

Fê,brigaduuuuuu pela sua visitinha e comentário.
Não são mesmo lindas e doces essas ilustrações?!
bjs
Patricia Petro

Ana Rita Profirio postou o comentário número:

Olá Fernanda! Conheci seu bog hoje!
E já virei seguidora, minha amiga está passando pelo mesmo problema que essa moça passou, tomara que ela consiga superar logo essa fase.
Beijos!!

Thaty postou o comentário número:

Nossa, que história mais dolorida! Mas o que eu mais gosto de ver é a capacidade do ser humano em se reerguer, em sair das cinzas e voltar a viver. Não é nada fácil, mas é possível. Parabéns à sua amiga por toda a coragem!

Cinderela Descaída postou o comentário número:

Claro que dá para recomeçar! 35 anos não é nada, uma menina!
Bj,

BECA postou o comentário número:

Hum, já conheço esta história, ... tbem dei segunda chance e nao deu, pelos mesmos motivos dela, ... Tbém faz um ano e hj estou muito feliz!!!
Parabéns pelo depoimento!


BJs,

Vanubia postou o comentário número:

Nossa Fernanda, que história bonita de vitória msm, pois não deve ser nada fácil... mil e uma coisa nos passam pela cabeça...
Mas... disso tudo temos que ter um a coisa em mente, JAMAIS digam que jamis perdoariam uma traição, pois só sabe qual é a real atitude a ser tomada quando se passa pela situação.
Mande um abraço pra sua amiga... e que ela continue assim, vitoriosa!!!

Beijos

Pepa postou o comentário número:

Esse depoimento é realmente uma força para quem passa por essa situação.
Mas sim há uma saída, dificil de enfrentar lógico, mas há vida !
E essa amiga nos mostra isso com esse relato.
E a melhor parte é quando ela diz que não foi culpa dela, é isso mesmo, ás vezes a primeira reação é se culpar pelo que o outro fez.
Não foi mesmo sua culpa, afinal ninguém está atado ao outro, se não há condições de viver junto, que se separe e respeite o companheiro.
Porque a dor da traição é realmente muito dura.

Bjus 1000 Fer, vc como sempre arrasando com esses posts !!!

Ju Alvarez postou o comentário número:

Exatamente a minha história, até a idade foi a mesma, acho que isso tem se tornado mais comum que eu imaginava.

Obrigada Fer, eu precisava ler isso.

Bjos

Ju Alvarez

http://dotipoatrevida.blogspot.com

tw:@jusalvarez

Beta postou o comentário número:

Não é fácil mesmo.
Acho que o que mais dói é ver a falta de respeito, pegar as mentiras...
Por que alguém age assim???

BJkas
Beta

Sra. Cilla postou o comentário número:

Já passei por situação parecida mas em muito menor gravidade. A dor na descoberta é horrível, mas consegui superar e perdoar, não foi de um dia pro outro, levou anos, é preciso ter muito amor próprio e paciência!
E acho quando ela diz que "não consegui" muito pelo contrário! é claro que conseguiu! aceitar uma situação dessa é impossível, quando acaba o respeito não há amor que resista! É preciso muita força!
Bom saber que conseguiu seguir com sua vida, o que muitas não fazem, e se anulam... Parabéns pela história!
Bjs!

Andreza DE SOUZA postou o comentário número:

É eu estou sentindo esta dor profundamente. E dói como dói é sufocante enlouquecedora .19 anos de convivência entre namoro noivado e casamento. 16 anos casada e em dezembro dia 26 de 2014 meu mundo caiu . Eu estava em um hotel fazenda com meu ex meu filho de 14 anos e um amigo dele. Meu marido estava trabalhando muito nos últimos meses estava estressado eu pensei em 4 dias num lugar tranquilo seria maravilhoso fui na intenção de ser uma segunda lua de mel. Fomos a cachoeira nos divertimos muuto no dia 26 a tarde todos nós sentados um donlado do outro de brincadeira peguei o celular dele e pra minha decepção estva falando com a amante que amava demais ela q ja ja tava de volta ela q não tava aguentando de saudades. Meu mundo desabou pedi pra ele explicar e simplesmente disse que não tinha o q explicar q era o que eu estava vendo q ele errou e gostou do erro e q nunca achou q um homem poia se enfeitiçar por uma mulher. VOLTAMOS PRA CASA DIA 27 ELE FOI PRA CASA DA MAE DELE EU FUI PRO LITORAL COM MINHA FAMÍLIA NA VOLTA DESCOBRI Q VIRAM ELE FAZENDO COMPRA COM ELA E DIA 4 DE JANEIRO ESTAVA MORANDO COM ELA. NO COMEÇO DISSE Q PAGARIA A CASA O CARRO Q EU E MEU FILHO NÃO PODIAMOS PAGAR POR IMUM ERRO DELE.HJ 45 DIAS DEPOIS JÁ MUDOU DE IDÉIA PUS MINHA CASA A VENDA ESTOU ESTUDANDO E APROCURA DE LUGAR PRA MORAR E DE EMPREGO. MEU FILHO ESTA FECHADO NÃO FALA SOBRE OS SENTIMENTOS DELE MAS SEI Q SOFRE MUITO ATÉ PQ O PAI ATÉ HJ NUNCA TELEFONOU NÃO O PROCUROU E AS VEZES MANDA UM BOM DIA NO WHATS. SOFRI MUITO PENSEI Q FOSSE MORRER PASSEI DO MANEQUIM 42 PARA O 36 AINDA NÃO DURMO TAMANHA AS PREOCUPACOES .MAS ESTOU VIVA VOU VENCER E SER FELIZ COM MEU FILHO.PRA QUEM ESTA NA MESMA SITUAÇÃO É SIM MUITO DIFÍCIL MAS NÃO DESISTA TENTE NÃO PENSAR NO DIA DE AMANHÃ VIVA O HJ. E UM DIA DE CADA VEZ E SE APEGUE EM DEUS ELE ESTA LHE MOSTRANDO A VERDADE E FAZENDO A LIMOEZA NA SUA VIDA PARA QUE AS RENOVACOES OOSSAM ACONTECER. TENHA FE E PACIENCIA A FELICIDADE EXISTE EM VC E NÃO NO OUTRO.

Anônimo postou o comentário número:

NUNCA IMAGINEI QUE FOSSE TÃO DOLOROSO ASSIM. E O PIOR É VER QUEM AMAMOS SE INTERESSANDO POR OUTRA MULHER, PARECE QUE NÃO TEMOS VALOR, QUE SOMOS DEFICIENTES OU ALGO PARECIDO. CULPO-ME POR NÃO TER AMOR PRÓPRIO, PARECE QUE O AMEI OU AMO MAIS QUE A MIM MESMA, PERDOEI DEMAIS VARIAS COISAS QUE ELE FEZ. E HOJE TEMO QUE A OUTRA SEJA MAIS FORTE, E NÃO PERMITA O QUE EU PERMITI E COM ISSO CONSIGA CONQUISTÁ-LO COMO EU NÃO CONSEGUI. QUERO MUITO APRENDER A ME AMAR, ELE NUNCA FOI UM MARIDO IDEAL E SEMPRE MUITO FALHO COMIGO, MESMO ASSIM SINTO-ME COMO UMA "POBRE COITADA" DE POUCO VALOR, A PESAR DE TODOS FALAREM O CONTRÁRIO, QUE ELE NUNCA ME MERECEU E É UM HOMEM TOTALMENTE SEM CARÁTER, AINDA ME SINTO CULPADA POR NÃO TER SIDO FIRME E FORTE O SUFICIENTE PARA MUDA-LO E NÃO TIVE FÉ EM DEUS PARA ISSO ACONTECER. ESTOU SENDO SINCERA PORQUE BUSCO ME LIVRAR DESSES FANTASMAS QUE RODEIAM MINHA MENTE.

Tata postou o comentário número:

Estou vivendo a pior fase de minha vida. Tinha um casamento admirado por todos. Mas a 5meses descobri que meu esposo estava a 2 meses com uma aluna. Meu mundo desmoronou e até hoje não consigo me recuperar. Ainda estamos morando juntos mas só estou esperando meu AP ficar pronto para eu me mudar com meus dois filhos... Se ainda estou de pé, devo isso a misericórdia do nosso Deus. Não está nada fácil , não sei até onde suportarei. Um forte abraço a todos que estão na mesma situação!

Anônimo postou o comentário número:

estou passando por isso e ainda gravida de 36 semanas ele me trai faz 3 meses ja eu nem desconfiava e apesar das evidencias e conversas com outras mulheres e encontros marcados com elas no seu celular ele nega veementemente me humilha me deixou sair de casa so com a roupa , nao admite o erro e ainda depois da descoberta dei uma semana para confessar mas continuou negando e saiu de nov com boa historia pra me trair fingi q acreditei e depois desse dia resolvi me separar porque ele poe a culpa em mim do que esta acontecendo e nao demonstra nenhum arrependimento sua fala que me amou ... muito e quer voltar mas somente por dinheiro e coisas estou firme na minha decisao minha família me apoia e se nâo existe mais amor não adianta insistir para ser magoada e humilhada mais uma vez... não é fácil ver sonhos destruidos e ter que criar uma filha sozinha ... mas Deus é maior melhor assim do que ficar doente e dai sim não poder fazer mais nada .... porque se eu continuasse com ele iria ficar depressiva ... então meninas força porque tudo passa e quando tem filho eles nos fortaleçem te, casais que perdoam mas vivem um inferno dentro de casa

Anônimo postou o comentário número:

Boa Tarde;
De alguma forma gostaria de compartilhar o inferno que estou vivendo agora em minha vida. Eu fui casada a 7 anos , e de uns anos pra ca desconfiava do meu esposo , entre msgns em celular ligações que eu via no celular e retornava e era de mulher e ele sempre desconcertava e eu fingia acreditar pq não tinha provas. Mas assim fui ficando cada dia mais triste , apagada com essas desconfianças e fui desabafar com minha mãe e falei q eu precisava só de um motivo concreto para q eu me separasse dele, mesmo amando muito e sendo pai da minha filha de 4 anos. Ela foi e confessou que ele deu em cima dela por varias vezes, segundo ela nunca aconteceu nada pq ela não deixava, e foi preciso ela contar para minha irma e meu cunhado para ajudar a fazer ele parar , pois ele não respeitava quando ela falava pra parar ate q um dia ela o ameaçou q ia me contar e foi quando ele pediu desculpas e parou. Quando ela me contou isso meu mundo acabou , na hora eu acreditei na minha minha mãe e só pensei em acabar com ele , me separei , passei muito mal, tive q me internar pois não comia só vomitava, perdi a voz eu sofri muito, e ele confessou mas falou q errou sim muito , mas não errou sozinho pois minha mae quando bebia um pouco não era fácil....
Eu hoje vivo em uma casa atraz da minha mae e ela tenta me agradar de tudo quanto é jeito. E ele veio atraz de mim pulou ate o muro da minha casa pq meus pais não deixavam ele me ver...Ele quer voltar e quer a familia de volta. E disse que um dia vai me provar q ele não foi sozinho.
Hoje tem 45 dias q estamos separados e ele ainda tenta voltar e ja até saí com ele contra a vontade da minha familia...Mas não me sinto segura de voltar a morar e tdo mais...
Gostaria de saber oque fazer ....Pq ao mesmo tempo que gosto muito dele, ainda não consegui perdoar e não sei se conseguiria conviver com ele novamente.
Me ajudem .

Anônimo postou o comentário número:

olá , cheguei nesse blog, por estou passando exatamente por isso,
com 4 anos de casados , meu marido me traiu , descobri sem querer, ele á tinha terminado com a amante, mas sabe como é a bendita não satisfeita, foi lá arrumou um jeitinho de eu descobrir, pois bem depois de muito choro, brigas e ele dizendo que não ia mais fazer isso, choro da parte dele, milhões de pedido de desculpas, resolvi continuar com ele, mas posso dizer que a minha cabeça virou um inferno......
Agora 3 anos depois descubro uma nova traição, meu mundo acabou , ainda mais que agora temos uma filha, eu não sei o que fazer , a dor é tão grande que chega a ser física, só realmente quem já passou por isso pra compreender , novamente o mesmo diz que foi uma coisa atoa que aconteceu , que não conseguiu evitar, que me ama , que não vai fazer mais isso e blá blá blá, tem momento que eu quero ficar com ele , mas o meu sentimento agora é uma mistura de amor e ódio .... igual uma menina postou acima, estou sofrendo sozinha , não tenho coragem e pra falar a verdade tenho vergonha tb de contar para alguém ... me sinto só e só sei chorar , quando ele está comigo me trata bem, faz de tudo para agradar , mas quando não es´ta comigo eu só sei pensar no que ele fez e chorar , preciso de ajuda eu sei , mas me falta coragem para procurar alguém ....

Anônimo postou o comentário número:

Estou passando uma situação horrível. Depois de 10 anos, no ano que completaríamos uma década de relacionamento, meu companheiro fez o favor de viajar para outro Estado para me trair, dessa traição gerou-se um possível filho.
Não vislumbro a felicidade... não consigo achar que essa situação vai passar. A sensação é de que nunca vai sumir aquele sentimento da descoberta.
Parabéns para quem está conseguindo. São corajosas. Pq quem tem relacionamento longo, geralmente ouve conselho de que "vale a pena lutar" ou "não custa dar uma segunda chance". Mas custa sim, custa nosso amor próprio, nossa valorização como pessoa e mulher.
O que me entristece é saber que a outra ainda conseguiu um vínculo que nem eu tive com ele, um filho.

Boa sorte pra gente, que ainda tem que encarar isso de peito aberto. Ficar na solidão é péssimo, tentem se achegar a família.
Bjs

Voltar ao topo