terça-feira, 12 de junho de 2012

Relacionamento a Dois: Castelo ou Prisão?



Raiva, briga, desgosto, mau humor, tudo isso acontece na vida a dois, pois somos humanos e temos dias difíceis. O que não pode acontecer jamais é nos habituarmos a isso. Eu acredito que os momentos ruins que surgem entre duas pessoas que se amam devem ser raros, raríssimos, nunca cotidianos. 

Já li num livrinho do Roberto Shinyashiki: "com as mesmas pedras que você constrói um castelo, você constrói uma prisão. Só depende de você". Eu penso nisso sempre.





Aqui em casa, nós fazemos esta construção conscientemente, tendo bons e maus momentos, mas sempre com empenho para usar as pedras no castelo e não na prisão.

O amor começa, o amor acaba, as pessoas esperam um amor, ou as pessoas vão atrás do seu amor, as pessoas se juntam, ou as pessoas se separam, enfim, há inúmeras situações, mas em todas elas essa simples frase se aplica, por isso eu digo: se concentre em construir um bom castelo.

Você está consciente da sua construção? Você percebe como está usando as pedras no seu dia a dia? Já parou para pensar nisso?

Ponho um video com música de amor para terminar este post, porque hoje é Dia dos Namorados e porque o meu amor adora Sting:



 *

33 comentários:

Ana Cristina postou o comentário número:

Oi, Fernanda!
Excelente reflexão!
É no dia a dia que vivemos e devemos cultivar o Amor.
Vou compartilhar no face!
Um grande abraço
Ana Cristina

Mahh postou o comentário número:

Oi Fernanda, é mesmo, temos que saber o que estamos construindo, e trabalhar no dia a dia esse amor em busca do castelo.
O grande problema da humanidade é que as pessoas fracassam e culpam a outros. Nesse caso constroem uma prisão e culpa o outro pelos maus momentos do relacionamento sem abrir mão de algo em favor dessa vida a dois.
Ótima reflexão nessa data, que é mais comercial, porque o namoro deve ser todos os dias e eterno, independente de casamento ou nao.
Beijos linda
Marcela
dicaspoderosas.blogspot.com

Eli Martins postou o comentário número:

Fernanda, adorei seu texto.
Antes de me casar tinha a ilusão du uma vida cor de rosa, "via" algumas amigas sempre tão maravilhosamente felizes em seus casamentos que acreditava realmente neste mundo de rosas.
Mas quem esta de fora vê parcial e quem esta dentro nem sempre esta disposto a mostrar a realidade.

Aprendemos (eu e marido) que vida a dois é um exercicio de compreensão, tolerancia, respeito e assim vamos construindo nosso castelo.
Com meu marido vou aprendendo a cada dia e ele comigo, já levantamos 5 anos do castelo, com alguns tijolos que partiram mas sempre procurando o melhor de nós dois.
Bj

Beth Salvia postou o comentário número:

Uau adooorei o texto, isso mesmo, eu por exemplo prefiro terminar as relações que são mornas, se não conseguimos esquentá-la prefiro convencer a outra pessoa de partirmos como amigos, já casei 3 vezes, todas foram maravilhooosas, vivi intensamente, não me arrependo nuuuunca
Feliz daquele que tem coragem de tentar ser feliz sempre (BeTh Salvia)

Leninha postou o comentário número:

Oi Fernanda!

Não podemos ser coniventes com situações que nos coloquem em prisões,relacionamentos devem ser pontes para o ser feliz,apenas isto.

Feliz Dia dos Namorados,amiga!
Também amo o Sting!

Bjssssss,
Leninha

Sandra Portugal postou o comentário número:

Fernanda essa foi uma homenagem ao Dia dos namorados bem concreta!!!
Exclusivíssima e de alto impacto, pois é bem verdadeira!
Parabéns
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Clara postou o comentário número:

O meu ruiu faz tempo, e foi um desastre mortal. Quase que fiquei numa prisão pra sempre, mas inconformada como sou, tomei coragem e disse um basta... vivi o inferno em vida, mas sobrevivi....
Com isso aprendi que não precisamos aceitar o que nos machuca, o que nos magoa. Mas não é fácil, nada fácil.

Beijos.

Decor'ação postou o comentário número:

Escolho construir um castelo.
Feliz todo dia dos namorados.
bjo,

Lú Melo

Renata postou o comentário número:

Oi Fer!

Adorei o post! A frase foi tudo! Mas nem vou comentar sobre o meu castelo...

Beijos, Renata
palpitandoemtudo

Crys Leite postou o comentário número:

Em qualquer situação com mais de um ser humano os conflitos são inevitáveis. Pessoas tem opiniões diferentes. Quando amamos alguém temos uma certa ilusão a respeito da pessoa, queremos que ela seja perfeita ao nosso modo, que façam tudo da maneira que nós esperamos. Sinto muito informar mas, isso não existe na vida real. Se soubermos aproveitar as diferenças iremos crescer e muito como pessoas. Quando tiver vontade de atirar uma pedra na cabeça do meu namorado por causa de alguma divergência, vou me lembrar dessa frase e colocar a pedra na construção do nosso castelo. Beijos!

Gisa postou o comentário número:

Sei que esta construção é complicada, tem altos e baixos, mas enquanto se busca a beleza da obra final tudo se resolve.
Construo há 28 anos e sigo empilhando tijolinhos.
Um grande bj querida amiga

VERA MORAES postou o comentário número:

Oi Fe! As pedras são inevitáveis durante qualquer caminho. Sábio aquele(a) que as usa para edificar os alicerces, seja um namoro, um casamento, uma amizade ou até uma sociedade comercial. "É preciso saber viver....", outra canção que gosto muito. Lindo post! Bjus!

Geh*** postou o comentário número:

Viver a dois é uma conquista a cada dia!! Sempre achei que seria fácil, mas na prática vi que se não tivesse bom ânimo e me empenhasse não teria um final feliz.Hoje eu sei conviver a dois, aprendi muuuuito a ceder, confiar e principalmente conversar!! O dialogo é uns dos principais ingredientes de um casamento feliz. E eu também me emprenho para sempre usar as pedras no castelo.

bjusssssssss

Elaine Gaspareto postou o comentário número:

Fernanda,
Realmente amor perfeito não existe, a não ser aquela florzinha rsrsr
Relacionamento, e no meu caso, casamento, de mais de 16 anos, tem dias que a gente ama um tantão asssimmmm, mas tem dias que quer matar. Sério, tem dias que eu fico muito chateada, e ele também, claro, mas daí a gente esfria a cabeça, olha e vê o castelo lá, firme e forte. Então vale a pena.
enquanto o castelo for mais forte, vale a pena.

E seu amor tem bom gosto, amo Sting
beijosssss

Jussara Neves Rezende postou o comentário número:

Fernanda, sábias palavras! E a imagem escolhida? Perfeita!
Abraço da
Jussara

Sílvia postou o comentário número:

Oi Fernanda, concordo plenamente com seu post, essa semana fizemos 29 anos de casados, mas as vezes parece que casamos ontem, se brigamos ficamos mal, parece que tudo dá errado nesse dia, apesar de tantos anos, nos amamos como nos primeiros anos ou até mais, gostaria que mai casais fossem assim, pois não teriamos tantos lares desequilibrados, não tenho um casamento perfeito, mas somos perfeitos um para o outro, te desejo uma feliz noite dos namorados,
Bjos.
Silvia.

Turquezza postou o comentário número:

Que lindo Fernanda!
Meu castelo de amor já está chegando lá na torre e está firme e aconchegante, com alguns tijolos quebrados pelo caminho, mas com a dedicação de manter um lar feliz.
Amor não é prisão, se for não é amor.
Lindo vídeo (aquele olhos nos olhos ......)
Beijos.

Célia de Luca postou o comentário número:

"com as mesmas pedras que você constrói um castelo, você constrói uma prisão. Só depende de você". Eu penso nisso sempre. Concordo com sua reflexão Fernanda. Realmente depende de nós a construção de um belo castelo. Escolho o castelo também, muito embora confesso que já fiz minhas prisõezinhas rsrs
Um grande abraço e uma linda noite.

Marlene Pires postou o comentário número:

Oi Fernanda amei o post...é a mais pura verdade quando vc fala da construção do castelo ou prisão. Eu tenho, pela graça de Deus, um castelo, mas sabe tem dias que a coisa são difíceis e são justamente nesses momentos que o relacionamento vai sendo lapidado e depois fica mais fortalecido. Sou casada há quase 27 anos e confesso que sou muito feliz e se fosse pra começar hj esse casamento, com certeza eu faria tudo novamente, é claro procurando não errar tanto né. Costumo dizer que a gente casa pra fazer a felidade do companheiro, pois é como um espelho que reflete, se eu o faço feliz eu tb serei feliz. É uma constante busca de melhorar...
bjos e fique com Deus,
Marlene

Ana postou o comentário número:

O amor é realmente um bem que se multiplica ao ser divido. Sempre podemos receber os tijolos e optar por construir castelos.
Sou sua seguidora, gosto bastante de seu blog, e vou linkar vc lá no meu cantinho.
Abraços,
Ana

Chris Ferreira postou o comentário número:

Oi Fernanda, concordo que os momentos ruins devem ser raros. Penso sempre em estar construindo um castelo e sem torre.
Adorei a dica do livro.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

lena postou o comentário número:

Olá Fernanda.
É um bom assunto para pensar. Se estamos a construir uma prisão ou um castelo no nosso relacionamento. E também concordo que não nos devemos habituar aos maus momentos. E que eles devem servir para refletir e melhorar a relação. Muito bom post, parabéns.
beijinhos grandes.

Edna Sampaio postou o comentário número:

Bom dia Fê!
Sua reflexão é verdadeira,depende de nós pra q a nossa vida seja boa ou ruim.Eu amo meu marido,mas às vezes brigamos muito por falta de tolerância e compreensão de ambas as partes.Sou muito nervosa e ele tb! aí fica difícil...Já melhoramos bastante,mas busco sempre melhorar mais e mais ,afinal apesar de td agente se entende em muitos aspectos e sentimos muito amor um pelo outro.
Acho q na vida a dois depende mais da mulher q do homem,eles são mais desligados e difícil voltar atrás,mas com jeitinho,paciência e jogo de cintura conseguimos mostrar pra eles o q for preciso...
Bjs!!!

Káthia Marchand postou o comentário número:

Oi Nandinha!!!!

Olha, esse moço sabe das coisas viu?

É por aí que eu penso também!
Quando estou chateada, não guardo!
Ponho para fora, digo o que penso, e a chateação passa.

Mas, se eu guardar, deixar o assunto mal resolvido ... hummm ... eu passo mal sabia?

Fico com dor de cabeça o dia todo, enjoada, mal estar e até depressão.

O legal da coisa é resolver mesmo todas as pendengas.
Seja com quem for, de forma justa e racional.

Não podemos é empurrar a culpa para os outros de algo que sabermos que foi falha nossa!

Belo post!!!!


Um beijo enorme!

Elaine Lobato postou o comentário número:

Fernanda penso sempre nisso todos os dias também!
Incrível como uma atitude inadequada pode mudar toda uma situação!

bjs

Rosana Remor postou o comentário número:

FERNANDA!!VIM AGRADECER OS VOTOS E A FORÇA PARA O LUCAS, MEU FILHO.PENA QUE NÃO DEU...INFELIZMENTE OUVE UMA TRAPAÇA...COISAS DE CIDADE PEQUENA...MAS TUDO BEM!!
ESTA REFLEXÃO É UMA DICA PRA QUEM TENTA LEVAR O CASAMENTO SEM ELE...O AMOR. NÃO DÁ!!BJS!

Lia Gloria postou o comentário número:

Então Fer, o que eu mais curto no meu casamento é não ter a minha liberdade ceifada. Me sentir livre apesar de casada. Não precisei me mutilar para me adequar ao casamento, e isso pra mim é tudo.


Obrigada pela dica da almofada, bjs

Rose Misceno postou o comentário número:

Ótimo texto!! Excelente a reflexão que a frase propõe!!
Eu escrevi um post com o título "Relação não é prisão" para ser publicado agora em dezembro, por conta dos 20 anos de relação com o marido, mas ele nunca saiu do racunho...rs

Beijão.
Rose Misceno
http://www.vidademaejestade.com.br/

Sol Oliveira postou o comentário número:

E você ainda diz que nao teve popularidade mulher? Olha quantas pessoas comentaram. Com certeza seu post alcançou o objetivo. Muitas pessoas leem o post mas nem sempre comentam. Eu amei sua reflexão!

Lílian Almeida postou o comentário número:

Infelizmente nem sempre aprendemos da melhor forma, e sofremos e fazemos sofrer, mas a medida que amadurecemos vamos construindo de forma mais consciente e positiva,preferia que não,mas já construi prisões que depois deu trabalho demais pra destruir e reedificar algo bom.
Beijo.

Elenara Stein Leitão postou o comentário número:

Já li uma vez que a decisão de ir ou ficar é diária em uma relação a dois. E que saber construi-la bonita é uma sabedoria. Beijos

Elenara Stein Leitão postou o comentário número:

Já li uma vez que a decisão de ir ou ficar é diária em uma relação a dois. E que saber construi-la bonita é uma sabedoria. Beijos

Orvalho do Céu postou o comentário número:

Olá, querida Fernanda
Eu tenho certeza de que o amor é um castelo com a ponte aberta...
Bjs de paz e bem

Voltar ao topo