sábado, 11 de maio de 2013

Definição de Avó



Hoje começo a postar textos sobre AVÓS, celebrando o mês das mães com depoimentos das leitoras. Venha ler as histórias se emocionar com os relatos.

Recebi este texto da Terla Rodrigues, @Tterla, tempos atrás. Está postado em diversos blogs, mas acho que o conteúdo é tão bom que vale repeti-lo aqui.



Definição de Avó - Redação de uma menina de 8 anos  publicada no Jornal do Cartaxo em Florianópolis.

"Uma avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos filhos dos outros. As avós não têm nada para fazer, a não ser estarem ali.

Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam nas flores bonitas e nem nas lagartas. Nunca dizem: Some daqui!, Vai dormir!, Agora não!, Vai pro quarto pensar! 

Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem abotoar os nossos sapatos. Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou então, uma fatia maior. Só elas sabem como ninguém a comida que a gente quer comer.

As avós usam óculos e, às vezes, até conseguem tirar os dentes. As avós não precisam ir ao cabeleireiro, pois estão sempre com os cabelos arrumadinhos e cheirosas... não precisam de chapinha. 

Quando nos contam histórias nunca pulam partes e não se importam de contar a mesma história várias vezes. As avós são as únicas pessoas grandes que sempre têm tempo para nós. Não são tão fracas como dizem, apesar de morrerem mais vezes do que nós.

Todas as pessoas devem fazer o possível para ter uma avó, ainda mais se não tiverem televisão."







*

O blog está de aniversário. Faz 4 anos agora em maio e vai passar, por algumas modificações visuais e estruturais, e eu tirei uns dias de folga de blogar. Para fazer contato, me encontre aqui fernandareali@gmail.com ou no facebook Fernanda Reali.

7 comentários:

Luciana. postou o comentário número:

Oi Fê! Não conhecia o texto, amei!
Parabéns pelo aniversário do blog e que ele continue assim, lindo, nos trazendo informações, experiências, alegrias, divertimento e a tua presença que é sempre inspiradora.
Bjos, Lú.

Vera Falcão postou o comentário número:

Muito verdadeiro e engraçado esse texto, a visão da menina é mágica!

Lúcia Soares postou o comentário número:

Um texto que é um primor.
É muito bom ser avó.
Beijo!

Palavras Vagabundas postou o comentário número:

Feliz Dia das Mães!
Parabéns pelos quatro anos do blog!
bjs
Jussara

Dalva Rodrigues postou o comentário número:

Muito bacana a visão da menina! A "ideia" de vó mudou muito e as avós modernas já não são tão fofas assim, as avós estão muito ocupadas hoje em dia. O importante e mais legal é que ela não esteja ali por não ter mais nada para fazer e sim por simples e valiosa escolha de dar valor ao que tem valor realmente, quem a gente ama! Feliz dia das Mães!

Beijos!

Clara Lúcia postou o comentário número:

Criança tem aquela ingenuidade, aquela inocência... tão verdadeira e que infelizmente perdemos no andar da vida..

Adorei tudo!

Voltar ao topo