segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Como você é você?



Como você é você? Eu te fiz essa pergunta porque pergunto a mim todos os dias. Eu não sou a mesma "fernanda" do último post, nem a mesma da semana passada. Isso é bom e é ruim, pois causa espanto e desconforto em quem nos rodeia. Pense e me responda: 

Como você tem sido você?



Hoje, tenho mais música e mais alegria nos meus dias. Tudo tem sido feito normalmente na rotina, mas permeando com uma atitude positiva planejada. Penso, planejo e faço: como posso distribuir algo de bom hoje para o mundo? E para mim, quais os prazeres vou me dar? Todos os dias vou me dar mais cor e mais música.




Nesta jornada em busca de dias musicais e coloridos, meu marido continua sendo meu companheiro de caminhada, de praia, de samba, de exposição de arte, de leitura, de dança, de tudo. Eu tenho um amor intenso por ele, o meu parceiro de vida, meu namorado de sempre.





Que tempos são esses, pergunta o cartaz com o rosto de Bertold Brecht. São tempos obscuros no Brasil, tempos de golpe na democracia, tempos de retrocesso. Por isso, e por muito mais, a gente resiste com a arte, a música, a fotografia, o amor. 




Olhe ao redor, olhe demoradamente onde houver cor.




O inverno no Rio de Janeiro está frio, 
mas dentro de mim só faz sol.



Como você vai ser é fruto não só do acaso, mas de como você quer ser, de como quer ver, de como vai resistir. Você é uma construção diária. Conserve-se, mas se use, se jogue. Seja mais você.



Depois de muitos meses, trouxe
 pequeno post. Escrevo diariamente no Instagram, pela praticidade, e deixo o blog de lado. Muito obrigada se você chegou aqui para ler algo.



Post que faz parte da blogagem coletiva da Elaine Gaspareto 



7 comentários:

Re Vitrola postou o comentário número:

Que lindo Fer ♥ sou super admiradora do relacionamento de vocês, vocês tem uma energia linda.
Que vocês encontrem muitas outras cores por aí!

bjss

Adriana Balreira postou o comentário número:

Fer,
Continuas linda!! Amei seu post. Adoro cor, e sempre coloco cores e cantigas na minha vida. Mais cor que cantigas...rsrs... E que céu lindo esse do Rio de Janeiro!!! Perfeito.
Amei te encontrar por aqui. Saudades!!!
Beijos
Adriana

Chris Ferreira postou o comentário número:

Fernanda, amei o post! Amei o texto.
beijos
Chris

Patricia Daltro postou o comentário número:

Gostei muito do post e a frase "é inverno no Rio de Janeiro, mas dentro de mim só faz sol" é de uma poesia linda.

Cláudia Pinto postou o comentário número:

Uma frase que me define atualmente: Ninguém pode parar uma mulher depois que ela descobre que pode mais.

Você está numa fase maravilhosa. Está plena e radiante. Carpe diem, meobem.

beijoooooooo

Rogéria Ferreira postou o comentário número:

Adorei o POST. Vc está reluzente mesmo. Seja sempre sol. Bjs

Unknown postou o comentário número:

Adorei revisitar seu blog ... ainda mais o que li .
bjs

Voltar ao topo