Mostrando postagens com marcador Crianças e Focinhos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Crianças e Focinhos. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Duas Mães e seus Dois Filhos

Escrevi este post em 2011 e, em 2014, ele tem novidades. O texto de três anos atrás dizia assim:


"O bebê Ilan, filho da produtora cultural Cínthia e da violinista Carla, que foi concebido por inseminação artificial, nasceu saudável e tem uma família feliz. 

As mães estão buscando na justiça o direito de darem os dois sobrenomes a Ilan, que foi gestado por Cínthia. Elas pretendem ter outro filho no futuro, que possivelmente será gestado por Carla, e planejam usar o mesmo doador para que ambos sejam irmãos de sangue.

Torço para  que eles consigam ter esse direito reconhecido, afinal é disso que os bebês precisam: famílias bem estruturadas para criá-los, que os desejam e que os educam em um ambiente amoroso."



Você pode ler a reportagem na íntegra aqui.


*

Oito meses após o nascimento de Ilan, as mães conseguiram dar seus sobrenomes a ele. Agora, em 2014, ele fará quatro anos. As mães contaram que estão dando uma irmã ao Ilan. A menina nascerá em breve e se chamará Emília. Provavelmente, ela sairá da maternidade com os sobrenomes de suas mães em seu registro, graças à evolução das leis que garantem direitos igualitários para casais homoafetivos.

Clique AQUI e veja na reportagem de O Globo a linda barriga da Cintia, veja como Ilan cresceu e como Carla está radiante.


quinta-feira, 24 de abril de 2014

Cruz-Diez e a Dialética da Cor


Toda a nossa família adora a obra de Carlos Cruz-Diez. Nós o conhecemos há alguns anos, em reportagens, e conseguimos ver uma bela exposição sua no MALBA, Museu de Arte Latina de Buenos Aires, em dezembro de 2011. 



As crianças gostaram do jogo de cor que as obras propõem. Conforme o ângulo que a gente olha, vê-se algo diferente.



Estes quadros têm todos a mesma base. O que os difere são as lâminas trasnarentes coladas no meio (vermelho, verde e azul). O último quadro tem lâminas de espelhos, refletindo as listras do fundo. conforme você se move em frente aos quadros, percebe as cores se transformando, se "mexendo". Filmei, mas não consegui captar o mistério.


Asimples mistura de listras traz movas cores e novos formatos, em apenas um movimento de cabeças.



Aqui, as listras pretas afinam em direção ao centro do quadro, outras se alargam. Quando nos afastamos, vemos a surpresa.



Listras dançantes, formando cores diferentes das aplicadas nas listras que vimos de perto!



Junto com os quadros, uma pequena explicação sobre as cores e fisicromias.


E tudo o que vimos, pode ser testado em ipads, com jogos de figuras e cores. Ali, nós mexemos nas obras de Cruz-Diez e criamos nosvas obras virtuais.



O passeio a Casa Daros nos propicia arte, tranquilidade, espaços amplos, e a vista perfeita do céu de outono do bairro de Botafogo.

Entre no site da Casa Daros e veja uma pequena mostra da obra desse artista venezuelano tão instigante. Clique saiba mais


A exposição é gratuita e vai até o dia 27 de Julho. 


Outra exposição que havia na Daros foi "Paintant Stories", do artista plástico argentino Fabian Marcaccio, que fica até Agosto. Telas enormes, com mais de 100m, em que o artista reuniu sobreposição de fotos, colagem e pintura.



A Casa Daros se localiza quase em frente ao shopping Rio Sul e Plaza Shopping, e não funciona às segundas e terças-feiras. Ela tem boa acessibilidade para cadeirantes e para carrinhos de bebês.



terça-feira, 11 de março de 2014

Água!




Água para beber, agua para banhar, água para refrescar a casa e as plantas. Água é vida, água é alimento, água é diversão!

Aqui em casa, todos amam banho de chuveiro, de piscina, de mar. O calor do Rio de Janeiro nos convida a isso.

irmãos na piscininha em 2004

E eles continuam sendo as melhores companhias atualmente:



Gostamos de jogar bolinha ao cesto, dardos, caçador, tudo na água. Gosto de banho de mangueira e tomei vários gostosos na minha vida, mas essa farra acabou. Não temos mangueira, para não haver desperdício. Dias atrás, tomei banho de chuva e foi ótimo. E você, gosta de brincar na água?




terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Volta às Aulas




Acredito que a escola e os pais precisam estabelecer uma parceria para que o aluno atinja todos os objetivos propostos, sem que os pais tenham que ser bengala nos estudos dos filhos. 


Acompanhar o conteúdo diariamente é o mínimo que se espera da família, trabalhando em equipe, cobrando responsabilidade dos filhos em todas as tarefas da casa e do colégio, ensinando cidadania. Como diz o dr. Içami Tiba, a família tem que funcionar como um time.

Aproveitamos as pastas do ano passado e fomos trocando os adesivos, renovando o visual. Guga prefere tudo em azul, verde e vermelho.




Helena prefere seus objetos em roxo, lilás e rosa. Ela ganhou cadernos, mas preferiu usar fichário. Para que fique sempre arrumadinho, temos pastas diversas. Compramos etiquetas que combinam com o material. Ideias fofas da Loja La Pomme.



Sobre a escrivaninha, eu forrei uma caixa com papel adesivo e reuni os lápis velhos, os novos, a cola, a tesoura, clipes, grampeadores, réguas, cola, pincéis, marcadores. Tudo à mão, para ser encontrado rapidamente.



Lápis, canetinhas, canetonas, giz de cera, guache, pincéis: tudo para os filhos ficarem mais criativos


O que realmente deixa os filhos mais criativos é a leitura. Adorei os livros paradidáticos que a escola solicitou e vou postar sobre alguns com resumos e detalhes. 



Participe da blogagem coletiva Fotografia no blog Mocade familia

No sábado, temos a nova blogagem coletiva

.

domingo, 19 de janeiro de 2014

Paraíba, um amor #Praia #Viagem



E novembro, aproveitamos cinco dias entre um feriado e outro e fomos conhecer o estado da Paraíba. 

Praia de Tabatinga - Litoral Sul da Paraíba


Ficamos hospedados no Mussulo by Mantra, um resort all inclusive novo, localizado junto à praia de Tabatinga. Ele é lindo, limpíssimo, com ótimo atendimento e tem descontos incríveis no meio da semana, pacotes com noites grátis, passeios inclusos. Enfim, é preciso pesquisar e achar a melhor promoção. Procuramos viajar quando todos estão voltando, aproveitando as melhores possibilidades e pagamos um preço muito bom.


Cada chalé tem sala com cozinha integrada, dois dormitórios, lavabo, banheiro completo e varanda com rede. 




A decoração é alegre e  bastante  artesanato.


Simples e confortável



Quiosques ao lado da praia, com lanchinhos gostosos sendo servidos a todo momento pela equipe do hotel



Parquinho infantil bem equipado


Brinquedos ao ar livre, sala de jogos, ping pong, kid's room, sala com computadores e acesso livre à internet, campinho de futebol, piscinas.










"O Litoral Sul da Paraíba possui praias paradisíacas e muitas vezes, desertas. Elas pertencem a dois municípios da Paraíba: Conde e Pitimbu. Uma grande vantagem da Paraíba em relação aos outros Estados do Nordeste é a curta distância entre as praias e a capital. Dá para visitar as praias mais distantes do sul com apenas 1 hora de viagem. Para chegar até Tambaba, gastam-se apenas 30 minutos. As estradas estão asfaltadas, em ótimo estado e com boa sinalização. (informações daqui)."


Praia de Coqueirinhos - um dos passeios que fizemos com a Luck, incluído no pacote do Mussulo


Coqueirinho é selvagem, praia in natura, com mar calmo e quentinho


As crianças amaram.


Lado bom: só se ouve o som do vento e do mar. Lado ruim: não há boa acessibilidade, nem lixeiras. A gente traz o lixo na bolsa, mas vi pessoas deixando garrafas pelos cantos.


Levei cangas, água mineral, filtro solar à prova d'água e esta necessaire do Inventando com a Mamãe 



No passeio seguinte, fomos à Praia Bela, que tem rio e o mar. A praia é linda, mas a infraestrutura é péssima, as mesas são sujas, os preços exorbitantes. Ficamos apenas uma hora ali.




Amei Tambaba, porque achei o cenário perfeito Há um lado para quem entra vestido e um lado para quem vai ficar nu. 



Tambaba é uma famosa praia de naturismo, ou nudismo, bem organizada e com regras claras para que se mantenha o bom funcionamento do local.




Em João Pessoa, ficamos cerca de 4 horas, passeando com um táxi que alugamos. O motorista era gentil e prestava serviços para os hóspedes do resort. Nos levou em muitos lugares, como a Ponta do Seixas, que é o ponto mais oriental do Brasil. (leia no Wikipedia)


Fomos ao Mercado de artesanato e ao Museu Estação Cabo Branco, projetado por Niemeyer (clique para mais informações)



Neste dia, marcamos encontro com nossa amiguinha Isadora e a mãe dela, a querida Evinha (veja o post do encontro aqui)



Aós 5 dias, já no caminho para o aeroporto, estávamos cansados e felizes pelo passeio, mas tristes por termos que deixar a linda Paraíba. Nós amamos o Nordeste do Brasil, as paisagens, a cultura rica, a comida deliciosa. Espero voltar em breve à capital João Pessoa, mas para ficar muitos dias!



terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Cotidiano




Blogar faz parte do meu cotidiano desde 2009. Adoro. Mesmo se eu não publicar um post, eu o registro em imagens ou anoto a ideia.



Todos os dias eu tomo chá, seja gelado ou quente, seja com frutas, com sucos, com cravo, gengibre, qualquer coisa. Todo dia é dia de chá.



Faz parte do meu cotidiano conversar com as amigas, ao vivo, em um cafezinho rápido, ou por mensagens de texto. Não sei ficar um dia sem elas (algumas aparecem comigo na montagem). Muuuuu!



Ando a pé para cima e para baixo, evito ônibus, táxi e carro. No meu cotidiano tempo bom e céu azul são essenciais.

 


Leio todos os dias alguns capítulos de um livro novo, um capítulo de um livro antigo, um poema, trechos de revistas. Leio sempre e vou sublinhando o que me interessou mais.



Meu cotidiano é feito em função dos filhos, dos seus horários e compromissos. Evito agenda cheia, fazemos o básico do básico e, mesmo assim, estamos sempre atarefados. 



Cinema ou video não podem faltar. Em dias mais cheios, vejo trechos dos meus filmes preferidos. Nos dias mais calmos, vou ao cinema. Amo ir ao cinema sozinha, gosto de ir acompanhada e procuro ver o mesmo filme duas ou três vezes.



Sou mãe de cachorro que limpa cocô, xixi, lava patinhas, passa lenço umedecido nos bumbuns, que dá água de coco, que faz cafuné. Cuido das minhas vira-latas como se fossem bebês.

Gabi vai fazer 12 anos em janeiro.


Saio com um esmalte nas unhas, mas no meio do caminho eu pinto com outro, no restaurante, no carro, na sala de espera. Ganho esmaltes das amigas e já saio testando! Faz parte do meu cotidiano pintar minhas unhas e hidratar minhas cutículas.



No meu cotidiano tem tarefas domésticas: arrumo minha cama, limpo coisas, aspiro, ajeito, vou ao mercado, cozinho. Não costumo sobrecarregar a empregada, que já tem muita coisa para fazer.



Mesmo com uma rotina tão comum, eu acho um jeito de me divertir. De janeiro a março, me divirto com o PPV do BBB.


"Todos os dias podem não ser bons, mas há alguma coisa boa em cada dia." (fonte pinterest)

Qual é a boa do seu cotidiano?
Veja mais em Fotografia.




Voltar ao topo