Mostrando postagens com marcador Livros e Filmes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Livros e Filmes. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Faça seu Projeto Felicidade



Sempre tive tendência a melancolia, à tristeza, ao negativismo e à depressão. Depois de alguns anos na terapia, consegui mudar em alguns aspectos, fazendo escolhas melhores, dizendo NÃO para o que me machuca e SIM para o que me faz bem. Mesmo assim, todos os dias preciso fazer essa escolha, porque o mau humor e o negativismo são insidiosos, vão espreitando e tomam conta de tudo. Assim como a pessoa escolhe o filme que vai assistir, a roupa que vai vestir, precisa escolher a ATITUDE que vai tomar diariamente. 



Mês de Novembro: Manter o Coração Satisfeito



Comprei The Happiness Project em Amsterdã, o livro estava escrito em inglês, devorei, li, reli, mas precisava ler em português, porque sabia que me tocaria mais. Foi uma excelente compra. A releitura está me fazendo muito bem.



O livro é dividido de forma a que o projeto seja factível em um ano, para cada mês um assunto é abordado e objetivos são propostos. É tudo muito simples, muito fácil de compreender, mas é difícil aplicar no cotidiano.




Eu não sei perdoar e tenho uma enorme dificuldade em lidar com as frustrações, e o livro me lembra do que posso corrigir. Esta lição eu já sabia: "A felicidade tem uma influência forte no casamento, porque os cônjuges "pegam"o humor do outro com muita facilidade". Não somente cônjuges, mas também todos que convivem se contaminam com o humor alheio. 



Fevereiro: Lembre-se do Amor


Como reagir de forma mais positiva quando a gente é negativa? Tentando se educar. A aprendizagem é um processo constante, temos que lembrar disso. 




Não posso gastar, pois estou economizando para...



É preciso reservar um momento para rir, para criar, para se divertir.

Mês de Maio: Levar a Brincadeira a Sério


Todo o texto da escritora Gretchen Rubin pode ser encontrado na internet, mas eu recomendo que compre o livro porque é preciso reler, marcar, consultar. Gostei de tudo, por isso é difícil selecionar poucos trechos.




 O que eu tenho tentado por em prática:

- Fazer um diário alimentar, ter consciência do que como e bebo
- Guardar lembranças felizes para acessar nos momentos difíceis
- Arrumar um tempo para ser boba, dar risada

- Manter um caderno de gratidão
- Pegar leve com as pessoas, deixar pra lá o que não for tão importante
- Evitar ao máximo fazer comentários negativos

- Gerar mais emoções positivas
- Agir de forma a dar provas de amor; somente a palavra não basta
- Sair da rotina de vez em quando, experimentar algo novo
- Lembrar do que é realmente importante
- Cultivar o sentimento de gratidão diariamente




Visite o site da escritora Gretchen Rubin e leia mais sobre os livros dela. O site está escrito em inglês e, se for necessário, use o google tradutor para ajudá-lo.

No blog Desassossegada, a blogueira Stephanie escreveu sobre como este livro a tocou. 

Obrigada por ler meu post. Se puder, escreva o link do seu blog nos comentários, para que eu possa retribuir a sua visita.


Participe desta blogagem coletiva, um post por semana, ou quando for possível, conte o seu momento de gratidão e depois leve seu link lá para a minha amiga Elaine Gaspareto.   



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Mantenha um Diário Alimentar




Com os episódios de alergia, fui obrigada a abrir mão de diversos produtos, conforme já contei aqui no blog. No meio de tantas privações, teve uma coisa boa: voltei a fazer um diário alimentar. Não é nada muito elaborado, então eu anoto em uma ou duas linhas tudo o que comi de diferente no dia. Assim, se surgir alguma irritação na pele, tenho um caminho para investigar. Já usei esse método na época em que sofri com enxaqueca e me ajudou muito.

Capítulo do livro Project Happiness, de Gretchen Rubin. 


"Medite, estimule a mente, mantenha um diário alimentar."


Não sei meditar, mas consigo focar na leitura por uma hora por dia, e isso me faz bem, descansa a mente dos estímulos excessivos da TV e da internet. Este livro Project Happiness é bem simples, mas muito útil. Vou mostrar o que aprendi com ele na semana que vem.

Quando a gente anota o que comeu e bebeu, a gente passa a perceber o que entra no nosso organismo, e isso é ótimo, porque nos faz escolher o melhor possível.

Todos os dias, tenho feito suco natural, bebo mais água, cada vez como menos alimentos processados, tenho sempre ervas e temperos frescos. Recomendo que você anote o que come e o que bebe. Vai notar uma melhora.

É muito bom ser grata pelo alimento fresco, pela fartura na mesa, pela variedade na fruteira, porque são poucas pessoas no mundo que comem três refeições ao dia, que conseguem comem bem. 










Esmalte Licor da Risqué, hipoalergênico. 


.



Obrigada por ler meu post. Se puder, escreva o link do seu blog nos comentários, para que eu possa lhe retribuir a visita.


Participe desta blogagem coletiva, um post por semana, ou quando for possível, conte o seu momento de gratidão e depois leve seu link lá para a minha amiga Elaine Gaspareto.
  #52semanasdegratidão


sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Lidando com a Alergia



Nesta fase de pele sensível e alergia, estou restringindo todos os cosméticos e, seguindo as prescrições do alergista, não posso usar perfumes, fragrâncias, corantes, conservantes como "methylisothiazolinone" e "methylchloroisothiazolinone", entre outras. Todos os xampus e sabonetes que eu tinha em casa contêm os itens que me causam irritação na pele! Dermatite de contato não é simples, porque são vários itens que podem começar a crise alérgica. Não depende apenas de nós, mas de tudo e de todos que estão ao redor.


Contei o problema à querida amiga Ana Cristina, da Perfume e Poesia, e ela tem feito os sabonetes suaves de que preciso, com azeite de oliva, conforme aprendi no grupo de alérgicos. Sou muito grata à Ana, que pesquisou ingredientes, fez testes, até chegar ao que eu precisava. Também sinto gratidão pelas pessoas do grupo que me ensinaram como me defender das substâncias nocivas.


Atualmente, somente esta parte do pescoço está machucada, e há uma pequena descamação na cabeça. O sabonete puro de oliva deixa a pele bem macia e não causa irritação. Ainda não achei o xampu ideal.



Neste verão super quente do Rio de Janeiro, tenho ido à piscina, mas tenho evitado a praia, porque não posso usar filtro solar. Os cuidados com a pele por causa da alergia me deixam "de castigo", porque tenho que evitar vários ambientes.


Tenho aproveitado para ver um filme por dia e ler dois ou três livros por semana. Reli este, do Mario Sergio Cortella, depois o emprestei a uma amiga. Na página final, vem a melhor frase, que já postei aqui no blog:


"Felicidade não é só a presença daquilo que se quer, mas também a condição de recusar, dizer não, afastar daquilo que não se quer."





Fui à esmalteria e fiz as unhas com a Daiane, manicure que cuida muito bem de mim. O esmalte é Manhattan Last & Shine, com pincel largo e chato, que comprei em Viena em Outubro. Ainda não fiz os posts das viagens, não é? Estou devendo.




Obrigada por sua visita!


Participe desta blogagem coletiva, um post por semana, ou quando for possível, conte o seu momento de gratidão e depois leve seu link lá para a minha amiga Elaine Gaspareto.   #52semanasdegratidão



sábado, 14 de janeiro de 2017

Observar mais, reclamar menos



Calor absurdo, chuva que alagou tudo, raios, trovões, vento que encheu a casa de folhas etc e tal. Eu reclamo muito, gente, reclamo de tudo! Então, nesta semana, ao ler isto, percebi que seria a oportunidade de começar a reclamar menos.





"Aprendi que reclamar do calor ou do dólar não reduz nem a temperatura nem o dólar.. (...) Aprendi que reparar na felicidade te ajuda a reconhecê-la quando esbarrar com ela de novo (...). Dificílimo reconhecer a felicidade quando ela está no recinto. Caso reconheça, é fundamental fotografar, escrever, desenhar, filmar. Pra isso servem nossos smartphones: pra estocar os mais diversos tipos de felicidade em pixels, áudios e blocos de nota. Às vezes, a necessidade de registro pode parecer uma fuga do presente, mas, pelo contrário, é a documentação da felicidade que estica o presente pra vida toda." Citação do livro Caviar é uma ova, do cronista Gregorio Duvivier.


Levei os filhos para assistirmos juntos ao filme Capitão fantástico. Eu vi duas vezes em Dezembro de 2016 e queria muito rever com eles. Conta a história de Ben (Viggo Mortensen), um pai que cria sozinho seus 6 filhos, em uma fazenda distante de tudo e de todos, fazendo com que os filhos não tenham contato com outras pessoas. 



Ben tem um estilo de vida voltado à formação pessoal, toda a família faz exercícios ao mesmo tempo, os filhos caçam, leem as obras mais importantes da literatura mundial, falam diversos idiomas, comem o que coletam. Este modo anticonsumista choca todos ao redor, pois vivem nos estados Unidos, que é a meca do consumo. Errando muito, mas disposto a aprender sempre, Ben mostra que colheu bons frutos ao cultivar nos filhos o hábito de pensar. 

Ben NUNCA MENTE AOS FILHOS. De uma forma clara e delicada, conta sempre a verdade, pois mais terrível que possa ser. Esta lição eu pratico sempre e quis mostrar aos meus filhos como é importante, por mais que doa.

Quando vemos filmes com nossos filhos, não estamos apenas tendo uma hora de lazer, estamos transmitindo nossos valores. Assista, troque ideias, comente, incentive o pensamento crítico. Eu sinto gratidão profunda por cada momento assim com meus filhos. "
Dificílimo reconhecer a felicidade quando ela está no recinto."


Esta imagem é de um mês atrás, quando fiz as unhas com a querida Day, minha amiga manicure na esmalteria. Nesta semana eu pintei as unhas em casa e usei o mesmo esmalte da foto, Manhattan Last & Shine cor Your Favorite.


*

Participe desta blogagem coletiva, um post por semana, ou quando for possível, conte o seu momento de gratidão e depois leve seu link lá para a minha amiga Elaine Gaspareto. A sensação é muito boa, de trazer à tona nossas melhores sensações.  #52semanasdegratidão



sábado, 7 de janeiro de 2017

Você é o que você espalha



Nesta semana de muito sol e calor, fiz diversas coisas, mas priorizei a arte: li sobre um pintor que adoro, copiei frases à mão, para treinar caligrafia e melhorar a letra, limpei e destralhei coisas da casa, ajudei uma amiga que estava precisando de mim, ganhei presentinho de outra. A frase que mais me tocou nesta primeira semana do ano foi: "Você é o que você espalha, não o que você junta". 




Como não pude ir à manicure, pintei as unhas sozinha e me inspirei nas cores deste caderno para escolher os esmaltes.





Esta imagem me deixa feliz: Menina pulando corda, pintura do artista brasileiro Milton Dacosta, pintado em 1949. Além de ter cores lindas, este quadro traz ideia de movimento, de liberdade.




Realizei um pequeno sonho. Assisti ao filme "A Felicidade Não Se Compra" junto com meus filhos. Fazia tempo que eu desejava isso, mas eles não se interessavam por um filme em preto e branco filmado em 1946. Assistiram e amaram! Fiquei super feliz! 

Deixar ensinamentos valiosos aos filhos por meio de cinema, arte ou literatura é a garantia de que eles vão poder revisitar esses ensinamentos mesmo quando estivermos longe, nesta ou em outra vida.

O título original do filme é It's a wonderful life, com James Stewart e Donna Reed, direção de Frank Capra.



Eu cultivo o sentimento de gratidão diariamente, relembrando coisas passadas que me fizeram bem e examinando a cada dia o momento que mais me fez feliz. 

A gratidão não cura nossos males, mas relativiza nossas dores e angústias.


Este post participa da blogagem coletiva #52semanasdegratidão, da minha querida amiga Elaine Gaspareto, e tem como objetivo valorizar cada coisa que nos fez bem durante a semana.  Participe também! Clique no selinho:



sábado, 2 de janeiro de 2016

Ainda estou aqui


Ainda estou aqui, embora tenha deixado o blog sem atualizações por cerca de dois meses. Sem meu notebook, fica muito complicado postar no blogger, não sei blogar de celular. Hoje estou usando o notebook da filha. Então, por favor, me desculpem pelo sumiço. E muito obrigada por tantas mensagens por email e inbox, amigas e leitoras que se importam e querem saber se está tudo bem. Sim, está tudo ótimo. Uma das resoluções de Ano-Novo é voltar a atualizar o blog regularmente. 

Em Novembro, mantive o foco nas pinturas e produzi diversos banquinhos pintados, feitos para presentear as amigas no Natal. Veja no meu álbum Artesanatos 2015 do facebook.

Em Dezembro, fizemos uma viagem a dois, sem os filhos. Eu e meu marido aproveitamos a segunda lua-de-mel do ano, e fomos passear em Praga e Viena. Antes de embarcar, eu tive medo de sofrer com o frio, detesto inverno, mas foi tranquilo. Nesta foto, estão os lugares que eu queria muito conhecer: as locações do filme Antes do Amanhecer, em Viena, que eu vejo e revejo há anos. Fui aos lugares mais significativos para mim deste romance de Jesse e Celine: café Sperl, Museu Albertina, Roda Gigante do Prater, ruas e cantinhos que por anos sonhei.


Viena ,cidade para ver e rever. Amei, quero voltar! Merece um post com fotos e links. Vamos ver se faço ainda em janeiro.





Ainda estou aqui, o mais recente livro de Marcelo Rubens Paiva, que meu marido me deu de presente. Eu queria tanto ler este livro, tanto, e ele foi melhor do que eu tinha imaginado. Com muita habilidade e leveza, o autor aborda temas pesados como o Alzheimer da mãe Eunice, a tortura do pai Rubens e a resiliência de toda a família Paiva. Delicado e emocionante. 






O modo como Marcelo escreve nos torna cúmplices, amigos dele, vivendo dia após dia de situações muito fortes, mas que ele enfrenta com firmeza e bom humor.



Esmalte Manhattan & Shine efeito gel, excelente cobertura, pincel largo e chato




*

Obrigada por sua companhia em 2015. Seja bem vindo aqui no blog em 2016. Tenho posts diários no Instagram e na página A Gente escolhe Ser Feliz. Venha!






sábado, 3 de outubro de 2015

Dez Minutos para Você #CurtiCompartilhei



Um dia, conversando com Giuseppe, da banca de revistas da esquina, trocamos várias dicas de leitura. Falei que adoro ler os livros de Mario Sergio Cortella, e assisto sempre as palestras no youtube. Ele respondeu que também gosta do Cortella, mas que achava Leandro Karnal infinitamente melhor. E eu disse: -"Quem?" EU NÃO SABIA QUEM ERA KARNAL!


citação do livro 365 Dias Extraordinários



Fui pesquisar Karnal. Bastaram 10 minutos e eu estava apaixonada.

Clique e assista Nosso Mundo líquido


Se dê como presente diário dez minutos para pensar.

Palestra As redes sociais potencializam o poder do eu? (trecho de 8 minutos)

* "As pessoas estão dando opinião sobre tudo e isso é ótimo, mas eu me pergunto se as pessoas estão ouvindo a opinião dos outros."

* "Quem sou eu que preciso estar presente com tantas personagens?"

* "Nós não estamos mais brilhantes do que há 30 anos, estamos apenas mais ocupados."

* "Quando eu penso no que eu estou dizendo, curiosamente, eu digo menos, porque o que eu digo tem mais peso."


* "Quando eu não tenho sabor nas coisas que eu vivo e faço, eu multiplico as coisas que eu vivo e faço (...) eu não tolero estar comigo. É uma vida para rodar, rodar, rodar, até que eu fique tonto e perca a consciência de mim mesmo."



As pessoas felizes no Brasil (palestra para o Café Filosófico, trecho de 10 minutos) 

* "Seja fiel a você, e você será fiel a todas as outras pessoas".

* "A corrupção continua no atestado médico falso que o pai providencia para justificar a falta do filho por vagabundagem."

* "Jovens nunca saem de guarda-chuva na rua, e eu saio sempre de guarda-chuva. Eu levo óculos extras e remédios. A consciência nos torna covardes, a ignorância é uma bênção". (tom de ironia)

A Claudia, do blog Arrumando a Casa e a Vida, postou trechos muito bons sobre o professor Karnal (clique AQUI).


Adquira o hábito de se presentear com dez minutos diários de boas ideias, conhecimento questionamentos, filosofia.

*


Comprei uma base niveladora e um esmalte Le Rose da Mundial Impala. Goste bastante de usar um tom claro, depois de quase um ano só com esmaltes escuros. À luz do dia, o esmalte fica rosado, à noite o tom bege se sobressai.



Durante a semana, apliquei cera hidratante nas cutículas todas as noites. Personalizei o potinho com a etiqueta que a Lily Luz fez. Olha, que fofo!



Nos próximos dias, NÃO teremos a blogagem coletiva #CurtiCompartilhei. Vou viajar, não levarei computador e deixarei posts programados. Obrigada pela companhia e pela compreensão.

*


sábado, 12 de setembro de 2015

Coma ao Sentir Fome #CurtiCompartilhei



A educação inspira mudanças. Quanto mais você aprende, quanto mais você se informa, mais você muda para melhor, mas sabemos que qualquer mudança é trabalhosa. Pensar dá trabalho, traz questionamentos. 

Este video de três minutos mostra algo interessante sobre batata frita de fast food. Depois de assisti-lo, anotei as palavras-chave, fui ao google pesquisar e vi que já conhecia o autor.



Clique aqui para ver o video de três minutosque eu #CurtiCompartilhei. Trouxe o link de um post no facebook da Ana Matusita 


O homem que fala sobre as batatas fritas do Mc Donalds é o pesquisador e escritor Michael Pollan, autor de muitos livros que combinam história, ciência e tecnologia para nos fazer refletir sobre alimentação.


imagem que ilustra reportagem do jornal Folha de SãoPaulo




Alguns livros de Pollan para ler online




Resumidamente, ele diz que precisamos comer ao sentir fome, e não ao sentir tédio, precisamos preparar nossa comida, evitando alimentos processados, precisamos pensar antes de comer, tomando consciência do nosso consumo.



Cada dia que passa eu aprendo algo sobre alimentação e consumo e assim vou corrigindo meus hábitos, ainda muito cheios de erros, mas sem abrir mão da diversão.

Eu confesso que adoro  comer uma besteira de vez em quando, tomar um chopinho, comer batata frita no bootequim da esquina.


Esmalte Mundial Impala Coleção Meus Segredos cor Eu Confesso




Estava em dúvida sobre a cor de esmalte que usaria nesta semana e, acredite, a inspiração veio no hortifruti, quando vi o roxo quase preto das berinjelas.



O que você viu de interessante nesta semana que vale a pena compartilhar?

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Arte para Crianças e Para Você #CurtiCompartilhei




Conversando com amigas, chegamos à conclusão de que muitos pais têm preguiça, muitas vezes, de educar os filhos, e delegam tudo para a escola. Não são capazes de navegar em um site de arte, não são capazes de folhear um livro, não se interessam em aprender para ensinar. Então, reclamam da escola, da programação da TV, do ensino, de tudo. Educar vai muito além de ensinar o be-a-bá. Educar com arte, aprender com arte, pode transformar uma pessoa, porque aguça sua sensibilidade. 

Se você comprar apenas um livro neste ano, que seja este: 



São cerca de 100 páginas muito coloridas e bem ilustradas com um resumo básico sobre os artistas mais renomados do mundo.



Na foto acima, o livro mostra La Petite Danseuse de Edgard Degas, e na foto abaixo eu mostro o dia em que Helena a conheceu pessoalmente. Clique e a veja no site do Museu D`Orsay



Claro que duas páginas não são suficientes para mostrar a amplitude da arte de Pablo Picasso, mas o pequeno resumo já desperta nossa curiosidade e dá as palavras chave para buscarmos mais no google.



Na foto acima, você vê o lindo Retrato de Dora Maar, que tive o prazer de ver, rever e fotografar ao vivo no Museu Picasso. Clique e veja mais.



Mais Picasso, em outro museu (L´Orangerie)











Outro artista reconhecido mundialmente e admirado pelas crianças, por suas cores vibrantes, é Van Gogh



Guga conheceu Van Gogh na escola, em trabalhinhos que as professoras faziam desde as séries iniciais. Depois posou com ele em todos os museus que visitou, como aqui no Museu D´Orsay em Paris. Clique e veja de perto as pinceladas marcantes. 







O museu Van Gogh em Amsterdam é um dos mais bonitos que já conheci (clique e passeie nele).





O livro traz o colorido pop de Andy Wahrol, que está presente nos principais museus de arte moderna do mundo.




Nas páginas do livro Arte para crianças, podemos relembrar a arte espanhola do Museu do Prado.



Na imagem a seguir, estamos saindo a exposição Cézanne, no Museu Thyssen Bornemiza em Madri.




- "Como assim? Não é Monet" - "? Não, filha, este é Manet". Edouard Manet
Clique e veja este pintor impressionista no Museu Thyssen-Bornemiza de Madri




Reclamam que não gostam de ira museu e, quando chegam lá, aproveitam muito. Gostam de arte de arte. Sim ou com certeza?



Falando em Monet,veja os painéis com mais de quatro metros no Museu de L´Orangerie




Clique e faça uma visita virtual para ver melhor as ninféias






Parece desenho de história em quadrinhos!
Sim, parece, totalmente pontilhado e colorido, é Roy Lichtenstein na Tate Gallery




Tate Modern tem tanta arte de gente diferente, contemporânea, que nem parece arte. 





Arte nos deixa intrigados. 




Jackson Pollock só fez rabiscos, mamãe?
Em Nova York, no MOMA, Guga ainda não conseguia entender que riscos podem ser arte

Pollock é figurinha fácil nos museus mais interessantes do planeta. Clique e veja mais.




Arte, cor, luz, desenhos, tudo isso deixa a vida mais bonita.
A arte é uma blindagem contra os males do mundo.
Recheie sua mente com arte.


*

Nesta semana, usei esmalte Preta Gil cor Arrasimble



Levei meus próprios esmaltes, mas os deixei de lado e usei este da esmalteria, pois foi irressitível. Assim que o vi, o quis.












Voltar ao topo Real Time Analytics