sábado, 7 de janeiro de 2017

Você é o que você espalha



Nesta semana de muito sol e calor, fiz diversas coisas, mas priorizei a arte: li sobre um pintor que adoro, copiei frases à mão, para treinar caligrafia e melhorar a letra, limpei e destralhei coisas da casa, ajudei uma amiga que estava precisando de mim, ganhei presentinho de outra. A frase que mais me tocou nesta primeira semana do ano foi: "Você é o que você espalha, não o que você junta". 




Como não pude ir à manicure, pintei as unhas sozinha e me inspirei nas cores deste caderno para escolher os esmaltes.





Esta imagem me deixa feliz: Menina pulando corda, pintura do artista brasileiro Milton Dacosta, pintado em 1949. Além de ter cores lindas, este quadro traz ideia de movimento, de liberdade.




Realizei um pequeno sonho. Assisti ao filme "A Felicidade Não Se Compra" junto com meus filhos. Fazia tempo que eu desejava isso, mas eles não se interessavam por um filme em preto e branco filmado em 1946. Assistiram e amaram! Fiquei super feliz! 

Deixar ensinamentos valiosos aos filhos por meio de cinema, arte ou literatura é a garantia de que eles vão poder revisitar esses ensinamentos mesmo quando estivermos longe, nesta ou em outra vida.

O título original do filme é It's a wonderful life, com James Stewart e Donna Reed, direção de Frank Capra.



Eu cultivo o sentimento de gratidão diariamente, relembrando coisas passadas que me fizeram bem e examinando a cada dia o momento que mais me fez feliz. 

A gratidão não cura nossos males, mas relativiza nossas dores e angústias.


Este post participa da blogagem coletiva #52semanasdegratidão, da minha querida amiga Elaine Gaspareto, e tem como objetivo valorizar cada coisa que nos fez bem durante a semana.  Participe também! Clique no selinho:



domingo, 1 de janeiro de 2017

É Preciso Arte para Viver


Bernini foi o maior escultor que a humanidade teve. Google e confira, perceba que estou falando a verdade. Em um bloco de pedra, mármore, ele não via o bloco, via o movimento, e ia talhando suavemente, até que dali saíam pessoas, anjos. As estátuas de Bernini parecem ter vida, flutuam, pulsam. Eu vi várias ao vivo, eu afirmo, tem vida ali dentro.

Detalhe da escultura O Rapto de Proserpina
Mármore talhado


Nestas mãos malvadas de homem, que agarram com força a mulher, não vejo o pavor e nem a dor da mulher tentando se desvencilhar, pois nem olho o seu rosto. Fixo meus olhos nas mãos apertando a carne com força. E a carne, em questão, é um bloco de mármore.

O rapto de Proserpina
(está na Galeria Borghese, mas ainda não pude vê-la ao vivo)


Como pode haver magia e movimento em um pedaço de mármore? Isto se chama ARTE. A arte faz ver, sonhar, faz viajar, faz sentir tudo o que a dura realidade não nos permite.

Um dia, em 2015, realizei o sonho de ver ao vivo várias obras de Bernini, e amei esta, a Fontana dei Quattro Fiumi, na Piazza Navona de Roma.




Para o ano que começa hoje, eu desejo ter mais arte em minha vida, e desejo que você queira ter mais arte na sua, usando todas as alternativas possíveis, seja viajando, indo a um museu, abrindo um livro, ou seja seja clicando em um link, pois viagem virtual também educa e eleva a alma. Uns minutos de arte por dia tornam a vida melhor, eu acredito, então vamos tentar?

Feliz 2017



Imagens retiradas de HubPage.com

Veja mais obras de Bernini clicando aqui.


sexta-feira, 10 de junho de 2016

Namorados: Seu castelo ou Sua prisão?





Sobre o "Dia dos Namorados", todo dia é dia.

Ame-se bastante para sobrar amor para os outros.

Exerça seu amor, pois contê-lo o abafa, e ele fenece.

Fique atento às pequenas coisas, pois como você vê na arte de Vik Muniz, o belo pode se formar a partir de pequenos itens irrelevantes.



Vik Muniz cria quadros imensos a partir de lixo, comida, folhas, pedras...
Saiba mais sobre o trabalho dele aqui.




*

Trecho de um post de 2012 sobre o Dia dos Namorados:


Com as mesmas pedras que você constrói um castelo, você constrói uma prisão. Só depende de você. (Roberto Shinyashiki). 


O amor começa, o amor acaba, as pessoas esperam um amor, ou as pessoas vão atrás do seu amor, as pessoas se juntam, ou as pessoas se separam, enfim, há inúmeras situações, mas em todas elas essa simples frase se aplica, por isso eu digo: se concentre em construir um bom castelo.

Você está consciente da sua construção? Você percebe como está usando as pedras no seu dia a dia? Já parou para pensar nisso?

Ponho um video com música de amor para terminar este post, porque hoje é Dia dos Namorados e porque o meu amor adora Sting:



 *
Voltar ao topo Real Time Analytics