Encontre o que você precisa

O Clube do Tricô - Knitting Club

em 12/08/2011








Lendo a Revista Uma, descobri que a moda agora é frequentar um Knitting Café.  Leia um trechinho:

"Trata-se de um espaço onde as pessoas podem conversar, trocar ideias, tomar café e… tricotar. Isso mesmo: pessoas no mundo inteiro aderiram ao ato de manusear fios para confeccionar suas próprias roupas ou simplesmente desestressar. E não se trata de vovozinhas não! Existem muitos jovens e artistas que não desgrudam mais das agulhas."


O primeiro Knit Cafe, segundo a revista, foi aberto na Vila Madelena em São Paulo (leia mais aqui). Já socializei em um grupo assim, que não era um café, era uma aula coletiva de tapeçaria.

Quando eu tinha uns 20 anos, já sabia tricotar gorros, blusões e casacos, tinha aprendido com a minha mãe. Decidi aprender tapeçaria e fui fazer aula na casa de uma professora portuguesa. Uma vez por semana, ela reunia na sala dela um grupo de mulheres de todas as idades para um chá com telas e meadas coloridas, arraiolos e casas caiadas, dois pontos de tapetes muito bonitos. 



Ouvi ótimas histórias naquele grupo e fiz vários tapetinhos de todos os tamanhos, começando com os pequenos retângulos para criado mudo até tapete para a sala. Recomendo muito, pois tricô e tapeçaria requerem concentração e destreza, além de propiciaemr o sossego necessário para um bom bate-papo. Uma hora por semana de tricô com bom papo pode equivaler a uma sessão de terapia.



Se você não mora em São Paulo e não tem acesso a um lindo Knit Cafe, organize o seu. Semelhante ao nosso grupo "Amigas dos Livros", junte o pessoal e faça o Clube do Tricô. Semanalmente, em dias previamente agendados, reúnam-se para tecer excelentes diálogos e brincar com linhas. 

Falando em livros, a escritora Kate Jacobs lançou o "Clube do Tricô de Sexta Feira à Noite", enorme sucesso de vendas, que logo estará nos cinemas. Tem blogueiras que leram e recomendaram, mas não consigo lembrar se foi a Fabiana Tardochi ou outra amiga  linda e bem informada.



Aqui no Rio de Janeiro, em Laranjeiras, minha amiga Anamaria tem um atelier de patchwork com aulas (incluindo aula de bonecas e de bordados à noite). Ligue e se informe para saber sobre os encontros.

(21) 2125-7375

Leia. Tricote. Dialogue. Troque. Agregue.
Faça Artesanato.

.


Se desejar fazer um clube do tricô, deixe seu contato e cidade nos comentários para que outras leitoras possam achar você!


ATUALIZANDO


@Juzz_Ramalho me falou que ela leu O Bom Tricô no Clube da Leitura, recebido da @FabianaTardochi. Clique AQUI e leia que interessante!







Atualizando: 




Nos comentários, há várias pessoas interessadas em participar de um encontro do tipo clube do tricô, mas todas esperam ser convidadas. Não fique esperando! Organize e chame quem morar por perto. Se não pode realizar os encontros na sua casa, marque em um café do shopping uma vez por semana.

66 comentários:

  1. Oi Fernanda,
    que ideia legal, claro que eu gostaria de fazer parte de um clube assim.
    Se tiver alguém de Jundiaí, meu e-mail é maria_retti@hotmail.com.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei a idéia!

    Eu sempre quis assim como o tricô ter um Clube de leitura nos moldes dos E.U.A onde se reune pra discutir um livro em comum, geralmente é uma vesz por semana, cada um leva algo, se reunem comem, discutem, geralmente sao casais, se divertem...

    Acho que é bacana esses grupos no livro Um Bom Tricô que li na Ciranda dos Livros e que pertence a Fabi Tardochi eu amei demais o clube das personagens e fiquei triste demais quando acabou o livro hahaahh.

    Gostei das dicas, repassarei ambas, bjos Ju

    ResponderExcluir
  3. Eu gostaria muito de aprender a tricotar, sei fazer crochê, mas tricô...mas ainda hei de aprender. Li o livro Um bom tricô e amei. Graças ao clube do livro...pois pelo nome não sentiria vontade de ler. Mas valeu a pena.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Que idéia legal. Não sei tricotar, mas tenho vontade de aprender. Se pudesse saía tricotando, crochetando, costurando ... o tempo todo, mas infelizmente tem me faltado tempo. Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Fernanda
    Descobri seu blog por acaso, achei muito interessante a idéia do clube do Tricô, nunca tinha ouvido falar e acho que não tem aqui na minha cidade.
    Gostei muito do seu blog e já estou seguindo.
    bjs e td de bom
    castelodecamomila@blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu recomendo tricô e crochê... apesar de fazer um tempão que não faço. É uma delícia e distrai a mente mesmo. Todo o meu enxoval de crochê eu mesma fiz.

    Beijos....

    ResponderExcluir
  7. Boa noite, Fernanda!
    Que post lindo, adorei a ideia.
    Quando se trata de linhas e agulhas minhas antenas começam a vibrar de uma forma muito especial...
    Para mim linhas e agulhas e com as amigas juntas é mais que terapia, é muito saudável para a alma.
    Vou ver se encontro algumas amigas aqui em Vila Velha/ES que queiram iniciar o clubinho.
    Bjs e boa noite,
    Lelê

    ResponderExcluir
  8. Que ideia interessante! Eu ia adorar. Principalmente para aprender a fazer tricô que não sei. Tomara que essa moda pegue, tricotar + fofocas + café = maravilha!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Seria muito legal se existissem lugares assim por aqui. Eu com certeza frequentaria!
    Obrigada por me citar.
    O livro que mandei para o Clube do livro foi "Um bom tricô", e é muito legal. De fácil leitura e que cabe bem no contexto desse seu post.
    Por falar nisso tenho mais um exemplar dele aqui em casa que comprei para presentear. Quer lançar um sorteio? Eu disponibilizo o livro.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  10. Que legal, Fer!
    Minha sogra tem um grupo de amigas na cidade dela, mas é o grupo do bordado. Cada semana é na casa de uma delas. E também fazem projetos em comum, como por exemplo, algo para ajudar alguém da comunidade ou para rifar em algum evento da igreja.
    Adoraria se tivesse algo assim aqui na minha região.
    bj
    Tati

    ResponderExcluir
  11. Oi Fer
    que ótima idéia!
    eu amaria saber fazer tricô, crochê, infelizmente nunca aprendi...
    Até tentei uma época atrás começar a "correntinha do crochê" mas infelizmente não fui além rsrs
    super gostoso além de fazer tricô ainda trocam idéias, conversam, distraem, realmente uma super terapia
    estou procurando uma escola para aprender a costurar
    espero encontrar em breve
    beijo Fer

    ResponderExcluir
  12. Seria muito bom se tivesse por aqui uma reunião assim pra gente jovem , nada contra os idosos, mas os assuntos são outros.
    Minha mãe frequenta aulas de tricô e crochê duas vezes na semana,
    às vezes ela pensa em desistir, mas eu não deixo(até parece).
    Aprendi tricô, crochê e tapeçaria quando era pequena, e ponto cruz na gravidez, mas minha ansiedade falou mais alto e não dei continuidade.
    Eu gostaria de participar de um clube desses pra trocar experiência de vida, é tão bão.

    beijus♥

    ResponderExcluir
  13. Bacana isso de reunir várias amigas para fazer algo interessante e ainda conversar!
    Um clube assim é tuuudo!

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá Fernanda adoro a idéia de se reunir pra tricotar, confraternizar e bater um bom papo enquanto fazemos trabalhos lindos. Amo tricô e crochê. Aqui em minha cidade tem bastante crocheteira e algumas tricoteiras, acho que tentar fazer um grupinho e se der certo mostro pra vc.
    Fe eu sou sua seguidora e tb tenho vc na minhas lista de blogs e eu não vi o meu bloguinho na sua lista, queria muito participar da sua lista.
    http://artesmarlenepires.blogspot.com

    bjos e fique com Deus,
    Marlene

    ResponderExcluir
  15. Oi Fernanda,muito legal mesmo esses encontros servem como terapia.
    Aqui na cidade próxima reunimos um grupo de amigas TODAS as Quartas-Feira para beber ,conversar,fazer palhaçadas enfim se divertir e é muito gostoso,somos 10 amigas e esses encontros já têm 2 anos e 8 meses.Os maridos tb reunem,só q eles reunem em um sítio próximo e nós cada dia em uma casa.Como eu moro na fazenda,geralmente o meu dia é feito aqui no domingo para mudar um pouco,aí vem todos ,marido ,filhos e fazemos a maior farra o dia todo...
    Essas reuniões fazem um bem danado a nosssa alma e a nossa auto estima,pois sabemos q a nossa amizade é verdadeira...
    São muitas hostórias ,vou fazer um post sobre as reuniôes e te aviso para ver um pouquinho das nossas aventuras...Bjs!!!

    ResponderExcluir
  16. Oi Fê

    Adorei o post, principalmente porque estou numa fase bem tricoteira...rs
    Vou correndo conhecer esse lugar na Vila Madalena!
    E se vc não se importar, queria fazer um post mencionando o mesmo assunto, tudo bem?

    Muito obrigada e um grande beijo!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Fernanda! Também adorei a iniciativa de tricotar em grupo e Um Bom Tricô. Mostrei o livro aqui: http://rosanasperotto-rosanasperotto.blogspot.com/2010/11/um-bom-trico.html
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  18. FERNANDA EU FAÇO CROCHE E ADORO.É UMA TERAPIA MESMO!FAÇO,REFAÇO...O TEMPO PASSA...FAÇO DE NOVO.É MUITO BOM.JÁ FIZ PARTE DE UM GRUPO DE ARTESANATO,PINTÁVAMOS CAIXINHAS E LANCHÁVAMOS,RINDO MUITO E DIZENDO MUITAS BOBAGENS,SEM STRESS...TAMBÉM FIZ PARTE DE UM GRUPO QUE BORDAVA ARRAIOLO,FIZ MUITOS TAPETES!EU RECOMENDO!!BJS!!

    ResponderExcluir
  19. Aproveita e participa lá no meu Blog da Postagem Coletiva de sapatinhos de tricot e crochet rsrs
    Vou colocar lá o endereço das reuniões daqui de Niterói/RJ. Uma vez por semana, aula mesmo para fazer coisas lindas.
    Tapeçaria eu fiz muitas pela vida afora, é uma delícia. Até Arraiolo, conhece?
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Eu sou de Niterói tb e estou à procura de um grupo para tricotar e trocar ideias, aonde fica?

      Excluir
  20. Oi Fer,adorei sua postagem!
    O tricô e o crochê,realmente é uma terapia,e esse Clube tem um conjunto de coisas boas:
    Tricotar+fofocar+cafezinho.Perfeito né?...kkkk este livro,ganhei de presente de uma amiga,ainda não li,mas vou começar logo,logo.Seu post foi ótimo,e se tiver um clube em Niterói eu tô aqui.Não esqueça sou a Fada das Agulhas..rs

    Beijo amiga!

    Simone Souza

    ResponderExcluir
  21. Eu acho um barato essa coisa de clube. rs Uma vez, eu e mais 5 amigas montamos um onde cada uma leria um livro, veria um fime e escolheria um país e falaria dele no seu mês. Durou um ano e foi mto legal.
    Agora, já não é de agora que tenho vontade de aprender arraiolo, ainda reluto apenas por conta da minha rinite alérgica, mas já estou cogitando um pacote de máscaras. ;oD

    Xêros, amore!
    Paty

    ResponderExcluir
  22. Nossa Fê!! Q resgate de ideia mais bacana!!
    Eu amo trabalhos manuais e meu forte é o tricô, assim, adoraria participar e um clube desses.
    Qdo criança (9 anos) participei de um clube, mas as participantes eram mais velhas (média de 5a anos). Foi muito bom para mim, mas o tempo passou, saí de Friburgo e acabei perdendo os contatos.
    Bem, meu contato é o meu bloguito {Segredos da Anna}.
    Bjs e mts abraços. ;D

    ResponderExcluir
  23. Fer!

    Que vontade que me deu de entrar num grupo assim! Iria mais pelo fofoca do que pelo tricô, porque já tentei várias vezes e consegui, mas a idéia é tão atraente! Amei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. oi FERNANDA, QUE LEGAL NÉH , EU QUERIA TB TER UM GRUPO DE CROCHE OU ATÉ TRICO MESMO, APESAR DE NÃO SABER MUITO BEM, EU AMO VER ESSAS IMAGENS DE LÃS COLORIDAS ENRROLADAS DÁ UMA VONTADE SAIR CORRENDO PEGAR AS AGULHAS!
    Mas ainda tem muito preconceito entre as mulheres aqui pelo menos só as senhorinhas fazem trico, dificil ver uma jovem que sabe fazer croche e trico as vezes eu sinto até vergonha de mim!
    um abraçãooooo su

    ResponderExcluir
  25. Oi meu anjo, descobri teu blog através do Twitter, amei a ideia de tricotar em grupo, eu gostaria de participar de algo assim (não me sentiria tão só), amo crochetar e tricotar. Já estou te seguindo querida,bjs, ótima sexta-feira.

    ResponderExcluir
  26. Deve ser mto gostoso participar de um grupo de tricô.
    Eu faço pintura em tela às 2ª feiras, e lá já conversamos bastante é bem divertido, tem mulher de tudo qto é idade, de uma mocinha de 13 anos até outras com mais de 60.
    Bjs♥

    ResponderExcluir
  27. Fer, que ideia bacana. Nem precisava ser pra fazer tricô, só de reunir pessoas para um bate papo descontraído já é uma boa sessão de terapia! Vou adicionar os livros a minha lista para ler um dia, parece bem diferente do que estou acostumada...
    Queria te pedir um favor, se vc puder ajudar, claro. Não sou muito boa com configurações de blog e tal e queria muito colocar numeração nos meus comentários, como eu faço isso?
    Beijocas e tenha um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  28. Legal essa ideia...

    Abraços cheirosos

    ResponderExcluir
  29. Oi Fer, que idéia ótima essa hein?
    Eu adoro tricô etenho me aventurado em algumas coisinhas pra casa do tipo faça vc mesma. Atualmente moro em Ibiuna,mas passo quase todos os finais de semana em Jundiai, e até Dezembro estamos nos mudando pra SP.
    Quem quiser formar um clube comigo meu e-mail é karinapache77@gmail.com
    Beijos ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  30. Fernanda, que interessante! Já fiz aula de pintura em porcelana em um formato parecido, eu tinha 13 anos e a turma era composta por pessoas de até 60. Uma experiência muito boa!
    Quanto a tricotar, é algo que ainda quero aprender na vida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Eu acho lindo tricô, minha mãe sabe fazer e eu tinha uma blusinha fofa que ela fez pra mim. Mas ultimamente ela não tem feito mais, que pena, pq ia fazer vários pedidos... rsrsrs...
    Bom final de semana.
    Beijocas...

    ResponderExcluir
  32. Fernanda,aqui na minha cidade tinha um lugar onde ensinava tapeçaria que era bem assim tbm. Comecei a aprender arraiolo,mas faz tanto tempo hoje nem sei se ainda tem.
    Bom fim de semana.
    Cris

    ResponderExcluir
  33. Adorei a idéia, afinal nada melhor que a interação das pessoas, aliadas a um momento produtivo. Eu neste inverno passei tricotando gorros...e sapatinhos...para suportar o frio aqui do sul.

    Abraços

    ResponderExcluir
  34. Oi Fê,

    Adorei seu post! pena que eu e a agulha não nos entendemos de jeito nenhum, não consigo nem segurar, minha mãe já tentou me ensinar! rs.
    Mas muito legal essa idéia do grupo e também essa idéia de costuras e jovens vem crescendo a cada dia! lí uma reportagem que achei interessante e estou postando lá no blog...
    Bjinhus!

    ResponderExcluir
  35. Oi Fernanda, não conhecia o teu blog. É muito legal e criativo !!!!! Parabéns!!!
    Bj
    Katya

    ResponderExcluir
  36. Fernanda, seu blog é simplesmente delicioso... Posso fazer parte? Estou te seguindo e vou tentar com força criar um clube aqui em BH. Sei fazer pontos básicos de crochê e tricô, além de bordar com ponto de corrente. Já fiz muitos cachecóis, bolsas lindas que dei de presente e bordei uma saia pra mim.Fiz um minicurso de arraiolo, aquele tipo de tapete daqui de Minas e tem um começado há anos dentro do meu baú, precisando ser terminado. Acho que o clube das tricoteiras aqui em BH ia me fazer bem. Quem sabe vc não acabou por me dar uma ideia linda, né? Vou concatenar tudo aqui e lhe dou notícias, viu?
    Sucesso a você, ao blog e, se puder, me siga também, pq de quando em vez posto umas coisinhas interessantes...
    Gde bj
    Lidiana Braziolli
    Belo Horizonte (MG)

    ResponderExcluir
  37. Fernanda, nem te conto que to aprendrendo a tricotar e é mesmo uma terapia já sozinha, imagina em grupo?!
    Amei a idéia se tiver alguém no ABC vamos marcar?
    Beijos
    Glau

    ResponderExcluir
  38. Olá Fernanda!!!
    Adorei seu post a arte de tricotar é muito legal sou louca pra aprender!!!
    Abraços Keli.
    Meu blog:lugaresecoisasquemeagradam.blogspot.com

    ResponderExcluir
  39. Reunião de mulheres é sempre bom... quando fazia meu curso de corte e costura no senac nós mais riamos do que trabalhavamos, era realmente uma terapia, sinto muito falta disso.. Amei a ideia..
    Bjus

    ResponderExcluir
  40. Amiga, o mosaico está no ar com o tema beleza e saúde.
    Chame as meninas das belas unhas e as da dieta coletiva para entrarem.

    Sua receitinha de pastas ficou entre as 10 mais clicadas do mosaico anterior.
    Beijokas e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  41. Adorei essa iniciativa , parabéns pelo grupo.


    http://tearpiaocupacional.blogspot.com

    ResponderExcluir
  42. Adorei o post, sou louca para participar de um clube de trico, seria ótimo semanalmente, sem contar um clube que as pessoas ouçam todos, isso seria ótimo. Eu moro no Rio de Janeiro capital mesmo, se alguém de niteroi tiver interessado eu topo sem problemas, adoro niteroi!!
    qualquer coisa mail-me raquelbrib@gmail.com

    bjs

    ResponderExcluir
  43. Que poderosaaa!
    Tá tudo lindo demais o que você adicionou ao mosaico!

    Qual entrada está com problema?
    Ao lado de cada foto sua tem um X vermelho que só você vê e serve para excluir o que você postou...
    Se quiser, é só excluir e fazer de novo.
    Eu dei um tempo com as unhas, mas amanhã quero ver as meninas das unhas bonitas lá.
    Beijos e obrigada pela participação.

    ResponderExcluir
  44. Adorei o teu bloa mas ñ achei como seguir. Bjs.

    ResponderExcluir
  45. Fernanda, o projeto 10 on 10 acontece todo dia 10, depois que fizer o post com as fotos manda o link para o blog do Diário dos 3 mosqueteiros...
    Adorei o clube do tricô, taí coisa que nunca aprendi, sei bordar ponto cruz,já fiz tapeçaria,seu fazer crochê, decoupagem em MDF, mas o tricô não rolou e bem que minha tia tentou,rsrsrs...
    O ponto cruz, aprendi com uma amiga,ela reuniu várias amigas em sua casa e ensinou o básico,depois fui pesquisando em revistas(não tinha internet naquele tempo,rsrsrs)...
    Adorei a ideia,muito legal mesmo, podemos fazer outros clubes tbém...bjs...adorei a visita...

    ResponderExcluir
  46. Olha, eu sou um desastre em trabalhos manuais. Quando adolescente, frequentei um curso de tricot e, apesar do empenho da professora, não consegui terminar uma peça sequer! Desisti.
    Mas, para quem gosta e tem habilidade, é um prato cheio.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  47. Fer, que tudo isso !!! Tipo uma confraria né ??
    Ah, eu ia adorar muito participar de uma, calaro que para aprender fazer coisinhas novas, mas para poder fazer meus pratos e levar, rssrs não tô nem muito inspirada de fazer, tenho que viver de dieta #sofro, rsrsr mas né, fazer prá levar eu ia adorar !!
    Se souber de alguma me avisa !!!

    Bjus 1000 Diva

    ResponderExcluir
  48. Oi Fê, que linda postagem, estou lendo este livro (Um Bom Tricô) e estou adorando, paguei só 9,90 na Submarinho, beijos

    ResponderExcluir
  49. Oi Fernanda,

    Nossa você não sabe como o tricô mudou minha vida. Minha avó paterna tem um dom incrível para bordar e fazer tapeçaria... Eu desde pequena gostei de artesanato, mas nunca tive um apoio da minha mãe. Eu sempre fiquei pensando e imaginando que um dia eu iria tricotar... A vida passa, vai e vem e alguns meses atrás fui fazer aula de tricô e adivinha? Me deu super bem, e já fiz várias coisas. Me sinto tão bem e realizada com uma simples atitude: ir atrás daquilo que quer, seja simples ou não.
    Fiquei tão feliz e realizada que me sinto até diferente (coisa meio boba).
    Adorei este seu post e vou atrás dessas confrarias, rs.

    Beijos grande :o)

    ResponderExcluir
  50. Sou frustada, não tenho nenhuma habilidade e paciência para tricô e crochê. Já tentei aprender crochê com minha mãe agora nas férias, mas não deu certo! kkk
    Bela ideia, concordo com vc, fazer artesanato, conversar e se encontrar com amigas é melhor que terapia!
    Beijos

    ResponderExcluir
  51. Olá Fernanda!
    Muito obrigada pelas dicas, ainda não consegui achar o tal quadradinho no painel(blogger draft) hoje tive muitos compromissos não pode dedicar muito.Agora só segunda, depois eu conto.Vou seguir todas as dicas, e sou muito grata. Quanto ao post sobre o café trico achei super interessante.Asssim que der vou até a vila Madalena fazer uma visita.
    Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  52. Reunir pessoas em torno de algo comum a todos, é 10!

    Neste calor aqui, tricô passa longe, mas posso pensar em algo comum...

    Bjssssss

    ResponderExcluir
  53. Oi Fernanda.

    Estou lendo Um Bom Tricô agora e estou amando o livro, ele é da Fabi, pois faziamo parte do mesmo clube do livro.

    Desde criança sonho em aprender a tricotar, acho fantástico.

    Fora que deve ser o máximo participar de um clube assim, aliás todas as formas de socialização são bacanas.

    No momento estou tentando formar um novo clube do livro.

    E quem sabe eu e a Dri não formamo um clube do trico aqui em fortaleza hein?

    Bjks e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  54. Oi fernanda
    Adorei teu blog.
    Gostaria muito de participar de um grupo, estou a muito procurando , moro em Porto Alegre, se alguém souber , por favor me avise.gilkabueno@hotmail.com
    bjs

    ResponderExcluir
  55. Olá, Fernanda, vc sugeriu que eu iria gostar de ler sobre o "knniting club"... e gostei demais! Achei muito interessante, pois cresci fazendo parte de pequenos clubes de tricô e crochê, sem saber que eram clubes... rs
    Qdo menina cheguei a fazer alguns pontos de trico, mas nunca fui além dos cachecóis para as bonecas... agora quanto aos arraiolos... nossaaaa... morro de vontade de fazer!!!
    No meu post de hj falo de memórias, pintura e ponto-cruz.
    Abraço,
    Jussara
    www.minasdemim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  56. Esqueci de agradecer a dica do livro "Clube do tricô de sexta-feira à noite – Kate Jacobs". Já está na minha lista de objetos de desejo... rs
    Obrigada!
    Abraço,
    Jussara
    www.minasdemim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  57. Olá!
    Meu nome é Viviany e ainda sou iniciante na arte do croche e do trico. Adoraria participar de um grupo mas ainda não encontrei. Sou de Niterói/RJ. Caso conheça algum por aqui, poderia me passar o contato? Obrigada! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivy também sou de Niterói!! Quero muito um grupinho de Tricot!!!!

      Excluir
  58. Olá a todas! Gostaria de reunir um grupo em torno de croche e tricô e até bordado na zonasulista ou zona oeste da cidade do Rio de Janeiro: Barra Sá Tijuca, Leblon, Ipanema, Jardim Botânico.
    Quem sabe podemos nos encontrar num cafe central a todas. Eu quero aprender, sou neófita em croche, mas adoro! Alguém topa organizar comigo para fazer acontecer? Email: marciaismerio@bighost.com.br

    ResponderExcluir
  59. Oi, que legal!!! Sempre penso num grupo assim. Já morei em BH e participei de um grupo de bordado em ponto cruz. Já participei também de um grupo de artesanato em geral. Nossa, esse foi o que mais aprendi. Fazia um bordado e as amigas faziam tricô ou crochê ou ponto Cruz e por aí vai... Em Minas o artesanato é algo que habita, que sobrevoa as cidades!!!!!!
    Agora moro em Goiania, Goiás e estou atras de um grupo assim...
    Então vc mostra e escreve um desejo meu: amei!!!!
    Que for dos Goiás e tiver a fim de um formar um grupo assim como descrito pela Fernanda, entre em contato.
    Bjim, Cris

    ResponderExcluir
  60. Olá, Fernanda Reali!
    Esta idéia foi sempre algo plantado em meu coração! Desde criança minhas habilidades para as artes com agulhas me surpreendeu, pois nunca ninguem me ensinou e aos 12 anos eu já havia feito um casaco, lindo... me lembro como se fosse hoje. Lia muito e aprendi ler as receitas praticamente sozinha e tudo era muito inusitado. Queria muito levar meus conhecimentos e dividir alguns momentos, já que hoje me encontro muito sozinha. Quanto a dizer que tem a ver com mil horas de melhor psicologia é verdade, nada melhor que o tricô ou crochê ou ponto cruz, ou sei lá o que... só ARTE!
    Fiz artes plasticas, como válvula de escape, me apaixonei e a historia da arte é incrivel! Fiz secretariado executivo e esta é minha profissão! Amo o que faço. Sou de Brasilia e por aqui não conheço nenhum Clube do Tricô, a não ser aulas que temos em alguns armarinhos de vez em quando ministradas muitas vezes por Vitoria Quintal. Bem, se houver alguém de Brasilia que deseja repartir comigo e somar conhecimentos eu ficaria muito feliz em juntas começarmos esse movimento por aqui. Adoraria receber sua visita no meu blog: http://www.tricot-arte.blogspot.com.br/ e algumas idéias para a criação desse espaço aqui em Brasilia. Este é um sonho que desejo há muito tempo. Um lugar para chamar de meu e fazer dele o seu lugar!

    ResponderExcluir
  61. Oi Fer!!!!! Também amo tricotar, crochetar... E sou de Niterói!
    Queria muito participar de um clube de tricot, pois tricoto sozinha em casa 😞
    Quem quiser se juntar de Niterói eu super topo!!
    Meu contato facebook: Meri Pires
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  62. Meu nome é Carla e também estou animada para participar de um grupo deste de croche, trico, tapecaria, artesanato...tomando um cafezinho, batendo papo, isto é uma excelente terapia.
    Seria excelente se as reunioes fossem aqui na cidade do rio de Janeiro, nos bairros do leblon, gavea, jardim botanico, ipanema ou lagoa.
    meu email para contato para buscarmos um grupo o mais rápido possível é: carlasallaberry@hotmail.com
    bjs


    ResponderExcluir
  63. Como fazer parte deste grupo? Isto é tudo que gosto de fazer. Sou professora de artesanato. Meu Nome é Nice Meu e-mail niceara26@hotmail.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Se gostou do post, por favor, clique e compartilhe. Se puder, deixe seu link.



TOPO