Encontre o que você precisa

Namorados: Seu castelo ou Sua prisão?

em 10/06/2016





Sobre o "Dia dos Namorados", todo dia é dia.

Ame-se bastante para sobrar amor para os outros.

Exerça seu amor, pois contê-lo o abafa, e ele fenece.

Fique atento às pequenas coisas, pois como você vê na arte de Vik Muniz, o belo pode se formar a partir de pequenos itens irrelevantes.



Vik Muniz cria quadros imensos a partir de lixo, comida, folhas, pedras...
Saiba mais sobre o trabalho dele aqui.




*

Trecho de um post de 2012 sobre o Dia dos Namorados:


Com as mesmas pedras que você constrói um castelo, você constrói uma prisão. Só depende de você. (Roberto Shinyashiki). 


O amor começa, o amor acaba, as pessoas esperam um amor, ou as pessoas vão atrás do seu amor, as pessoas se juntam, ou as pessoas se separam, enfim, há inúmeras situações, mas em todas elas essa simples frase se aplica, por isso eu digo: se concentre em construir um bom castelo.

Você está consciente da sua construção? Você percebe como está usando as pedras no seu dia a dia? Já parou para pensar nisso?

Ponho um video com música de amor para terminar este post, porque hoje é Dia dos Namorados e porque o meu amor adora Sting:



 *

4 comentários:

  1. Eu vou fazer um jantarzinho surpresa, pq a rotina de cuidar de filho deixa muito a desejar a vida a dois...

    bjs fer!!

    ResponderExcluir
  2. Meu amor tá longeeeee se bem que aqui se comemora dia 14/2 que ele também estava longe rsrsrsrs certeza que meu amor não é uma prisão

    ResponderExcluir
  3. Tomei essa consciência de construir meu castelo a pouco tempo, antes nem prisão eu construía, tropeçava na pedra, xingava e seguia adiante.

    Construo o castelo para mim, quem vier morar nele vai se beneficiar com a minha presença. hahaha

    E que música!

    beijooo

    ResponderExcluir
  4. Mais um post lindo! Sempre nos inspirando, adoro essa música...

    Beijos Fe!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Se gostou do post, por favor, clique e compartilhe. Se puder, deixe seu link.



TOPO