sábado, 19 de abril de 2014

Blogagem Coletiva #ASemana10



Caminhando por Copacabana, vi dois cartazes impressos colados nas paredes. "Dê flores aos vivos" que, para mim, significa dê valor a quem está por perto, presente em sua vida.



"Não há percurso sem percalço". Gostei muito desta frase, me lembrando de insistir quando encontrar uma dificuldade. As coisas nem sempre são fáceis, e eu me esqueço de tentar mais e com mais afinco, deixando algumas coisas inacabadas, quando encontro problemas pelo caminho.



Choveu no Rio de Janeiro, e a temperatura caiu. Tivemos temperatura por volta de 23 graus, e eu morri de frio. Separei as roupas de "inverno", lavei-as e organizei o meu armário, deixando-as mais perto e prontas para uso.


Esse suéter vermelho me acompanha há quase 30 anos. É minha roupa mais velha e também a minha favorita. Ganhei da minha mãe quando eu era solteira.


Sentei para um bate-papo com a querida Chris. Me divirto e aprendo com ela. Comemos salgados, dividimos um brownie e tomei um cappuccino no café da rua Dias da Rocha. Por coincidência, estávamos com esmaltes quase iguais.



Fiz um "smoothie" para a Ana Luiza, professora de Inglês das crianças. Usei duas laranjas bem doces, dois caquis, duas fatias de pitaya e gelo. Bati tudo no liquidificador e servi na hora. 


Eu via a amiga Diacuy postando fotos de pitaya, fruta linda, que encontro no hortifruti e na feira, mas que ainda não tinha experimentado. Comprei-a e comi em fatias, testei-a em sucos. Parece um kiwi na textura e no sabor. 



Para combinar com a casca da pitaya e com meu suéter, usei um esmalte vermelho clássico, cor Paris da marca suíça Mavala. Um pequeno vidrinho, apenas 5ml,  com produto de ótima durabilidade.



Ganhei um livro gostoso da Roberta Chocolito's "Ouvir Estrelas", com frases de diálogos de filmes. Adorei! 

Veja esta citação: "As lojas nunca são gentis com pessoas. As lojas são gentis com cartões de crédito" (dita pela personagem de Richard Gere no filme Uma Linda Mulher). Obrigada, Roberta!



 Conte como foi sua semana, o que viu, o que leu, o que comeu.
Pequenos relatos que nos aproximam são sempre gostosos!




quinta-feira, 17 de abril de 2014

Pitaya, a fruta dragão


Pitaya, cascuda por fora, delicada por dentro.


A casca firme e com escamas lembra a pele de um dragão. A polpa macia pode ser branca, vermelha ou amarela.


"Os frutos da Pitaya são ricos em vitaminas, fósforo e oligossárideos que auxiliam o processo digestivo e previne o câncer de cólon e diabetes. Ajuda, também, a neutralizar substâncias tóxicas (metais pesados), reduz os níveis de colesterol e a hipertensão. As sementes têm efeito laxante. Pode-se consumir a polpa do fruto ao natural ou processado como refresco, geleias ou doces."  Saiba mais sobre pitaya aqui.


Vi fotos dessa fruta no instagram da Baú da Lola e fiquei com vontade, por isso comprei-a. Tem um sabor muito parecido ao kiwi, refrescante, meio azedinho.


Eu tenho um prazer enorme em experimentar um a fruta diferente. E você?

.


segunda-feira, 14 de abril de 2014

Rugas #BCFotos



Hoje estou falando sobre rugas na blogagem coletiva de fotografia da Dani Moreno. Afirmo que duas coisas evidenciam ainda mais nossas rugas: o sol excessivo e o mau humor. Gente que usa filtro solar e gente que ri, bem humorada, fica com a pele melhor. Não é lenda, é fato.

Neste dia, ri tanto que chorei, borrei o rímel, gargalhei. E o que é melhor: não ri de ninguém, ri da vida, das coisas bobas do cotidiano. (obrigada, amigas).




Pele fácida ou papada? Rugas ou manchas? Quem se importa quando se tem outras coisas boas em que focar? O foco é ser feliz. Ser gentil faz parte da felicidade, assim como ser grato. 


Tento manter meu foco em tudo o que é positivo, deixando para trás o que é negativo, nocivo, azedo. Essa leveza faz com que eu me sinta mais jovem hoje do que há 20 anos, mesmo tendo muito mais rugas.


Controlo as rugas do rosto com tratamentos dermatológicos suaves, nunca fiz, e acho que nunca farei, cirurgia plástica. Mesmo assim, as rugas e manchas das minhas mãos pioram a cada dia, porque lavo-as constantemente, e nem sempre reponho o filtro solar. Manchas envelhecem o visual mais do que rugas, pode observar.




Amo minhas mãos, porque elas fazem muitas coisas bonitas e produtivas (postei sobre esse assunto uma vez, leia "O Melhor de Mim").


A historiadora Mary del Priore escreveu no livro Histórias e Conversas de Mulher que a sociedade de consumo nos exige hoje pele lisa e esticada muito mais do que nos exige roupas de grife, e que a gente permaneça para sempre jovem (também já postei sobre o assunto aqui). 


A escritora aprofunda a questão em um capítulo voltado à estética feminina nos dias atuais. Veja um trechinho na imagem que segue:



Limpeza, hidratação e filtro solar são os cuidados básicos. Ingerir fibras, beber muita água, evitar o excesso de sol e diminuir o consumo de alimentos industrializados são atitudes que ajudam a retardar o envelhecimento da pele.


De nada adianta uma pele lisa em um rosto carrancudo. Lembre-se disso e sorria mais.

Clique na imagem e vá brincar com Dani Moreno.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo Real Time Analytics