domingo, 20 de agosto de 2017

O prazer não é complicado


Li e reli esta frase: "o prazer não é complicado". Como assim? Então por que é que estou vivendo as coisas sem sentir o verdadeiro sabor delas, como se a rotina não me trouxesse prazer? 

Eu gosto de ter prazer diariamente, seja fisicamente, em um beijo na boca, por exemplo, ou intelectualmente, assistindo a um filme interessante, ou ainda tendo uma conversa bacana. Viver sem perceber os prazeres cotidianos nem é viver, é apenas existir.




Ser grato nos faz perceber nossos pequenos prazeres. Ser generoso é uma forma de sentir prazer, ao percebermos o bem que foi possível proporcionar a alguém. 



Estas fotos são do livro Código de um Cavaleiro, que eu recomendo e estou sempre citando. Ele traz uma coletânea de frases e situações que vivemos com frequencia. 


"Rules for a Knight" foi escrito por um ator que adoro, que atuou na trilogia Antes do Amanhecer, Antes do Por do Sol, Antes da Meia Noite. Ele se chama Ethan Hawke e fez o sensacional pai em "Boyhood"(filmão).



Entre os prazeres descomplicados destes últimos dias, estão os momentos a dois que passei com meu marido. Planejamos um tempo de qualidade para nós, fomos a um show de jazz, para ouvir Daniela Spielman, jantamos em um bistrô, comemos um atum muito bom, conversamos horas e horas, namoramos sossegadamente, caminhamos pelo bairro, aproveitamos para ver vários filmes italianos. 


Usei o esmalte Mavala cor Moscow para surpreender o meu amado, já que ele estuda russo, e aproveitei para aprender umas palavrinhas:

Я тебя люблю
 

Любимый

КотикДорогой




Participe desta blogagem coletiva, um post por semana, ou quando for possível, conte o seu momento de gratidão e depois leve seu link lá para a minha amiga Elaine Gaspareto.   




sexta-feira, 28 de julho de 2017

Santa Ajuda com Micaela



Recomendo este livro, bem útil e bem bonito, com fotos grandes, diagramação ótima, tema necessário: Santa Ajuda com Micaela Góes, baseado nas dicas de organização que ela dá no programa do canal GNT. 



Eu sou uma bagunceira arrumadinha, pois arrumo, arrumo e, zummm, bagunço tudo de novo! Além de ler o livro da Micaela, vou ficar relendo e consultando sempre.  Comprei-o em uma promoção na Livraria Saraiva por R$ 39,90.


Passeando pelo centro do Rio com a tia Lekka, vimos uma vitrine linda da loja Papel Craft, em que tinha esta placa na porta. A frase me conquistou. O melhor da vida é analógico. Viagens, banho de chuva, abraços, risos, beijos.



Arrumando a pequena estante que tenho embaixo da escada da sala, achei um livro de poemas da Martha Medeiros. Os primeiros versos que li nesse dia foram: 

"só levo a sério no mundo 
o que lhe torna prazeroso

fútil é o tempo desperdiçado
 com especulações críticas e financeiras

 a vida não é mais que uma besteira 
bem curtida."



Ganhei esta flor da professora May, que passou aqui na portaria e a deixou pra mim. Esse pequeno gesto iluminou o meu dia. Como é bom alguém lembrar da gente com carinho! Ontem, Vanusia replantou esta flor em m vaso maior, para que cresça bastante. Ela é linda, né?




Começamos a namorar no século passado ao som dos Beatles. Meu amor era um menino que tocava The Beatles em uma bandinha no colégio. Vinte e muitos anos depois, fomos namorar ouvindo nossas músicas. Levamos os filhos, que têm aulas de canto e já sabem várias letras. Beatles num Céu de Diamantes é um espetáculo de extremo bom gosto, com uma hora e meia de boa música, atores/ cantores ótimos. Está em cartaz desde 2008 e já foi assistido por mais de 700 mil pessoas. Se você quiser se encantar com o show, assista um pedacinho no youtube clicando aqui 



Nestas fotos, eu estava usando o esmalte Risqué, cor POEMA.


Foi uma semana com muitas coisas para agradecer: leituras, músicas, passeios, carinho, amor.


Participe desta blogagem coletiva, um post por semana, ou quando for possível, conte o seu momento de gratidão e depois leve seu link lá para a minha amiga Elaine Gaspareto.   



sábado, 24 de junho de 2017

O filme Lion - solidariedade e gratidão


Eu assisti ao filme Lion umas cinco vezes. Gostei tanto que o indico para todo mundo. É um filme emocionante, sem ser meloso, tem uma história bem contada, tem um roteiro inteligente, tem uma fotografia linda, tem atores maravilhosos. Ele é baseado em fatos reais, mas mesmo conhecendo a história toda, ele nos surpreende. Ele mostra um homem tentando descobrir sua origem, pois foi adotado quando era pequeno, em um país distante, e sente necessidade de montar o quebra-cabeça de sua vida. Saroo é inteligente, é amoroso, é grato. Ele vê seu passado e seu presente com gratidão. Você pode assisti-lo na Netflix ou no Telecine Play. Clique para ver o trailer.



Em uma cena de Lion, Saroo está angustiado, conversa com a namorada sobre o que aconteceu, e ela, mesmo sem poder ajudá-lo a resolver o problema, o conforta estando junto com ele. Às vezes, a ajuda que podemos dar está apenas e tão somente na nossa presença, no desejo de estar passando um momento juntos. Leia mais sobre o filme Lion, uma jornada para casa.

Eu chorei muito, desde que a Gabi morreu, no dia 12 de Maio. O meu autocontrole só funciona durante o dia, ele desaparece na hora de dormir. Sinto insônia, sinto fome, como besteiras, engordei. Uma ansiedade e um nó na garganta tomaram conta de mim. Hoje, venho agradecer às amigas que me deram atenção, carinho, e que se dispuseram a passar um tempinho comigo. 









Unhas com esmalte Risqué Licor, hipoalergênico, cor de vinho bem escuro. 
Pintei em casa, dá para perceber os borradinhos.



Participe desta blogagem coletiva, um post por semana, ou quando for possível, conte o seu momento de gratidão e depois leve seu link lá para a minha amiga Elaine Gaspareto.   



Voltar ao topo Real Time Analytics