sábado, 25 de abril de 2015

Simplicidade é a Base #ASemana 17



Atualizando

A querida Leo Fogaça me alertou que eu havia escrito semana 18 enquanto deveria ter escrito semana 17. ela está certa.Obrigada, amiga! O lapso aconteceu porqueesta seria mesmo a semana 18, se eu não tivesse deixado de postar um dias atrás. Título corrigido, vamos em frente!


Nesta semana, comi batata frita, tomei chope e comi pastéis, mas tudo em pequenas quantidade. Tivemos feriado na terça-feira e na quinta-feira, acabei almoçando na rua, por isso abusei um pouco das frituras. Esta comidinha é de um restaurante onde como quando vou à Saara. Gosto das saladas fresquinhas, do peixe e da batata frita.



Semana de feriado, aproveitei para passear e pintar. Pintei muita coisa, mas não concluí nada. Estes dois sousplats redondos serão pendurados na varanda quando estiverem prontos. Faltam os desenhos e muitas camadas de tinta. Aqui você vê apenas o esquema de cores que a professora Odila idealizou.



Cor de laranja, cor de coral, vermelho alaranjado: assim é a nova cor da Mundial Impala, chamada Abafa o Caso. Combinou bem com as pinturas em madeira.



Comecei hoje a ler o terceiro volume de "Pensar nos faz bem", de Mario Sergio Cortella. Adoro este escritor e sempre o cito, porque me identifico demais com o que ele escreve.



Saiba mais: já citei Cortella aqui (clique), aqui e aqui.

"Gostaria de viver como um pobre com um monte de dinheiro" disse Picasso.  E Cortella analisou: Viver como um pobre, isto é, com uma vida mais simples, mas que ele não tivesse a miséria, isto é, não tivesse a carência insolúvel. Boa ideia de simplicidade, não ter carências insolúveis, mas tendo a pobreza como sendo o ideal também.



Eu penso assim: viver bem, comer bem, passear bem, ler bem, consumir bem, todo mundo quer, mas é importante mantermos em mente que a simplicidade sempre é a base, o chão firme. O luxo é mais volátil.



Durantea semana, mudei três vezes de esmalte, o que mais gostei foi o Em Off, da Mundial Impala.


Rogeria Thompson também aprovou a cor:


Você gostou?



*


sexta-feira, 17 de abril de 2015

Acenda Muitas Velas #ASemana 16


Abri o livro 365 Dias Extraordinários aleatoriamente, e a frase foi exatamente aquela de que eu estava precisando:


"Uma única vela pode acender milhares de velas, e não vai durar menos por isso. A felicidade nunca diminui por ser compartilhada."


O esmalte é do da semana passada, que mostrei neste post- clique.


Estava chateada, e pensei em me encher de pequenas alegrias, para ver se conseguia mudar a sensação, e consegui. Pensei em ser "a vela" que ilumina e que acende um sorriso em alguém. Deu certo!

Tendo este pequeno objetivo diário, acender um sorriso ao dia em alguém, transformei a minha semana para melhor. A felicidade completa não perdura, há percalços, mas as pequenas felicidades do dia a dia podem compor um mosaico de dia feliz. Concentre-se nisso. Também me cerquei de pessoas que acrescentam algo positivo à minha vida.

Trecho de um livro da escola dos filhos, baseado em "Os 7 hábitos dos adolescentes altamente eficazes" de Sean Covey.



Recebi um presente da Mundial Impala: a nova coleção Meus Segredos, com cores ideais para o Outono / Inverno. Este branco tem micropartículas rosadas, e tem o efeito transformador. Eu o apliquei sobre o roxo escuro que estava na semana passada, e ele passou a ser um violeta claro.



Levei-os para o encontro de blogueiras e cada uma escolheu um.


Acompanhe as novidades da Mundial Impala clicando no InstagramO pincel FLAT, largo e chato, é perfeito, facilita a esmaltação. O roxo "Ninguém  é fosco, por isso usei um top coat extra brilho. No vidro, é ainda mais bonito, mais azulado, e nas unhas o tom vinho prevalece.



Combinou bem com as pinturas do livro O Jardim Secreto, até no nome, já que a coleção da Impala se chama Meus Segredos.



Resolvi imprimir uma desenho de flores,  ampliado e inspirado no livro, para aplicar em um centro de mesa em MDF. Se estiver pronto na semana que vem, fotografo para mostrar.




Na aula de pintura, comemoramos os aniversários de abril e os 14 anos do Atelier Odila Freire. Tortinhas, espumante, café e boas histórias fizeram nossa tarde mais feliz.





No encontro de blogueiras do dia 17 de Abril



Ganhei dois escorredores em cor turquesa. Um foi usado como luminária, outro como fruteira. Adorei o resultado.  Obrigada, Cláudia!




Ganhei livros, levei outros para trocar, troquei esmaltes, ri e aproveitei cada segundo do curto tempo que passei com as amigas. 

Ao longo da semana, acendi algumas "velas", e a chama da minha vela particular ficou ainda mais intensa.

Acompanhe as novidades e veja mais fotos em 


sábado, 11 de abril de 2015

Meu corpo quer #ASemana 15



Semana colorida por aqui, com esmaltes, livros, artesanato. Estas são três coisas que meu corpo sempre pede.




Confesso: escolhi o esmalte por causa do nome. Isso nunca acontece, só escolho pela cor, mas achei irresistível dizer que passei nas unhas "Meu Corpo Quer Você".



Os esmaltes Preta Gil são muito bons, excelente cobertura, pincel largo, preço por volta de R$ 5,00. Comprei os meus na Pink Casa da Manicura. Não recebo dinheiro para fazer propaganda de esmaltes e de nenhum produto, então só divulgo o que uso, e falo se gosto ou se não gosto. 




Depois de usar os esmaltes, eu os levo para trocar nos nossos encontros de amigas blogueiras. Levei o vermelho Fernanda Cereja para Lily (clique aqui para ver mais o post em que falei sobre ele). Nos nossos encontros, também trocamos livros.




Fui pegar minhas etiquetas com Lily e meus "coasters" de flor com a Patricia, então nos vimos por cerca de uma hora. Embora tenha sido rapidinho, foi super gostoso. Troquei esmaltes com Rogeria e livros com a Chris. Meu corpo pede AS RISADAS que essas meninas me dão! Obrigada, amei rir com vocês.


Lily fez etiquetinhas assim como pedi:

(Esta foto está escura, mas semana que vem posto outras, com as "meninas" já em uso).



Fiz encomenda na Loja La Pomme, recebi tudo perfeito, personalizado, e com estas embalagens charmosas, em saquinhos de malha com mensagem feliz.




Comprei na La Pomme uma caderneta de Frida Kahlo para minha professora querida. Meu corpo quer presentear fora de datas, quer dar um carinho para quem gosto.


"Pés, para que os quero, se tenho asas para voar"




No atelier Odila Freire, cada cantinho nos inspira, como esta árvore que a professora trouxe do Sul, toda enfeitada com passarinhos.



Meu corpo quer se cercar de delicadezas, como esta. 
Veja mais de perto:




Li e reli Um Novo Mundo, de Eckhart Tolle, e vou repassá-lo para uma amiga. Veja um trecho bacana sobre Buda. "A forma não é quem nós somos". 

Sim, óbvio, nós somos a essência, não a embalagem.



Meu corpo quer ver coisas bonitas, ler coisas interessantes, meu corpo quer compartilhar a diversão com as amigas, porque é assim que a gente melhora o mundo, reverberando o bem, disseminando palavras construtivas, bloqueando discursos raivosos de nossa vida. 

O que o SEU CORPO quis nesta semana?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo Real Time Analytics